terça-feira, 26 de agosto de 2008

Vale isso tudo?

Estou até agora tentando entender porque os ingressos para o jogo entre Brasil e Bolívia, que será disputado no Engenhão, estão tão caros. Tudo bem que há ingressos a 30 reais, mas eles são minoria e logo se esgotarão, visto que ingressos para outros setores, pasmem, custam 100 e 200 reais! E isso tudo num país de Terceiro Mundo!

Não compreendo o preço absurdo dos ingressos porque não acredito que a seleção brasileira, neste momento, valha isso tudo; no próprio Pan-americano do ano passado, paguei 50 reais (ingresso mais caro) para assistir um dia de competições do atletismo no mesmo estádio. Eu não irei ao Engenhão para ver no mesmo dia Michael Phelps, Usain Bolt e Yelena Isinbayeva no mesmo dia muito, menos os antigos Globetrotters ou o Dream Team do basquete norte-americano das Olimpíadas de 1992. Verei uma seleção que vem de resultados ruins, com risco de sofrer, caso não haja grandes mudanças em relação aos últimos jogos da equipe principal, que mal marcam e defendem, volantes tão perdidos quanto baratas tontas, apoiadores sem criatividade e atacantes isolados. Além disso, nossos principais jogadores (Ronaldinho, Robinho, Adriano, Diego) não estão em boa fase, e talvez não mostrem tudo o que podem fazer. Isso tudo aliado à um técnico tão sem rumo quanto os volantes de sua equipe, teimoso e que demora a mexer. Pagar tal preço para ficar irritado o tempo todo é meio complicado...

Isso para não falar do adversário que o Brasil irá enfrentar: a Bolívia. É, a mesma que é a penúltima colocada atualmente nas eliminatórias sul-americanas e que não vai à Copa do Mundo desde 1994. Ora, pagar 100 ou 200 reais para assistir a Seleção jogando contra um time desse nível é dose. Se reclamaram, com muita razão, dos 80 reais pagos na final entre Fluminense e LDU pela Libertadores (que fique bem claro: a final do maior torneio da América do Sul), o que dizer de um jogo que, em tese, o Brasil vencerá e conquistará 3 pontos facilmente?

Ano passado, o Brasil também jogou pelas Eliminatórias no Rio de Janeiro, só que no Maracanã, contra a seleção do Equador. O time de Dunga venceu por 5 a 0, mas este foi um placar super enganoso, já que a equipe brasileira não jogou bem e o adversário, pior ainda: tanto que os 2 primeiros gols saíram em falhas gritantes do goleiro. O que valeu mesmo o ingresso, que foi 40 reais, foi o magistral lance de Robinho, lembrado até hoje.



Quantas vezes Robinho dará aqueles dribles para valer 100 ou 200 reais?

Em tempo: Vou ao jogo. Mas farei questão de ir bem cedo para a fila conseguir ingressos de 30 reais, um para mim e outro para meu pai, que não pode pagar meia entrada como eu...

6 comentários:

GiglioF1 disse...

Leandrus,

No esporte é difícil avaliar custos... Me parece um descalabro 100 ou 200 reais....Boa sorte com seus tickets de 30...e bom jogo!!!
Abraco!!

Marcelonso disse...

Leandrus,


A cartolagem está insana,deveriam pagar R$ 200,00 para irmos assistir a essa pseudo-sombra do que um dia foi a Seleção Brasileira

abraço

Vinicius Grissi disse...

Falou tudo. A seleção não vale nem a metade disto tudo, atualmente.

Marcos Antônio Filho disse...

Bem boa sorte pra vc,verei de casa,se ainda me der vontade de ver pq com essa seleção está difícil...

Carlão Azul disse...

Vou ser sincero: tem de ter coragem pra pagar os 100,00 ou 200,00 .

Te digo mais, com certeza esse pessoal que pagar isso será constituido por torcedores que NUNCA viram a seleção jogar, porque quem já viu um jogo não vai pagar essa baba....

Abração

Saudações Celestes

SITE/BLOG.....CRUZEIRO: O MAIOR DE MINAS
Sou Cruzeirense - Site - Tudo sobre o clube que manda em Minas
Sou Cruzeirense - BLog - Tudo sobre o clube que manda em Minas
ENTREM E SINTAM-SE A VONTADE

Leandrus disse...

Antes de comentar, brigado à força que me deram, tomara que eu consiga esses ingressos "populares", rs.

Giglio, se formos avaliar custos, me parece estranho colocar agora ingressos à 100 reais que ano passado custaram 40. E olha que dessa vez nem tem Kaká, apenas Ronaldinho Gaúcho e Robinho!

Marcelo, e o que me assusta é que ninguém mais reclamou dos ingressos! E realmente, pagar isso tudo para assistir uma seleção mais fraca até em relação à do ano passado é dose...

Vinicius, menos da metade já seriam os 40 que eu paguei ano passado. O que já estaria de bom tamanho!

Marcos, o problema é que a seca por futebol é muito grande, rs. O Engenhão é perto da minha casa, mais ainda do que o Maracanã (se eu tiver disposição posso até ir andando!), e aí fica difícil eu botar na minha cabeça que não vou. Mas pagar 100 ou 200, aí não...

Carlão, concordo contigo: os que pagarão esse valor absurdo nunca ou pouco vão aos estádios. Parece que foi jogo feito para a elite mesmo. E provavelmente, serão aqueles que já vaiarão a seleção com 5 minutos de jogo (é, eu odeio o Dunga mas acho sacanagem vaiar ou atrapalhar o time mais ainda desde o começo do jogo; para mim, isso só pode ser feito no final).

Ateh!