quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

Rumo ao tri?

Pelo andar da carruagem, não será surpresa alguma ver o Manchester United repetindo esta cena no fim da temporada

Assim como a última edição do Campeonato Brasileiro, a atual temporada da Premier League pode não conhecer um campeão diferente dos dois últimos anos, já que, mesmo numa das temporadas mais disputadas ultimamente na terra da rainha, o Manchester United parece superior aos rivais e favorito a se tornar campeão.

É verdade que as últimas performances do time não são nada de tirar lágrimas dos olhos. Se o time não perde há 10 jogos, em 6 venceu pelo magro placar de 1 a 0. Isso sem contar os 2 empates sem gols contra Tottenham e Aston Villa fora de casa. Porém, é a equipe mais consistente do campeonato, que inclusive possui a melhor campanha em casa: 9 vitórias e 1 empate; somente o atual vencedor da UCL e o Liverpool não perderam em seus domínios.

Além disso, os tropeços do Manchester United são aceitáveis, nada considerado inesperado: por exemplo, as duas únicas derrotas da equipe de Sir Alex Fergunson foram para os grandes Liverpool e Arsenal. Três dos quatro empates da equipe fora de seus domínios foram para equipes perigosas e que brigam pelas primeiras posições (Chelsea, Aston Villa e Everton), e o outro foi para o Tottenham, que tem uma equipe muito boa mas que não consegue se acertar por vários motivos. Se o Manchester não possui uma campanha tão boa fora quanto a dos outros clubes que estão nas 5 primeiras posições, também não possui das piores: dos cinco melhores da Premier League até agora, apenas o Arsenal conseguiu menos pontos fora de casa, conseguindo 18; os Red Devils conquistaram 19 e Chelsea, Liverpool e Aston Villa, no mínimo 24.

Enquanto o Manchester United conquista o máximo de pontos possíveis e não dá muita chance às zebras, seus concorrentes diretos fazem o oposto. O Liverpool, que liderou por um bom tempo o campeonato, aproveitando o fato dos Red Devils estarem com dois jogos a menos, perde muito pontos para times pequenos: por exemplo, empatou os 2 jogos contra o Stoke e também só conquistou um ponto em casa contra equipes como o Hull City e Fulham. O Chelsea foi muito mal nos clássicos, todos disputados em casa, tendo perdido 2 e empatado 1, e também empatou em pleno Stamford Bridge para West Ham e Newcastle; isso para não lembrar dos vários jogadores que não rendem nada no momento. O Arsenal tem um elenco jovem e talentoso, mas desfalcado e que perde muitos pontos bobos, principalmente quando não consegue controlar um jogo que já estava em suas mãos: isso aconteceu em dezembro contra o Aston Villa fora de casa, quando venciam por 2 a 0 e, após darem a impressão de que poderiam até golear, foram surpreendidos e empataram em 2 a 2. E esse mesmo Aston Villa parece ter atingido o seu potencial máximo e não deve fazer mais do que tirar a 4º vaga da UCL de algum grande (o que já é muito).

Com uma campanha elogiável e tendo grandes jogadores a disposição, como o melhor do mundo Cristiano Ronaldo e Rooney, que vem sendo muito elogiado como um dos melhores da temporada, o time possui grandes chances de vencer a Premier League novamente. Porém, como sempre, há obstáculos no caminho: o elenco começa a ter vários jogadores contundidos (só no jogo contra o Derby County pela Copa da Liga três se machucaram) e o time tem pela frente confrontos duríssimos contra a Inter de Milão pela UCL. Se o elenco for pequeno nos momentos decisivos, as coisas podem se complicar para Fergunson, já que não poderá promover muitos rodízios e os jogadores ficarão ainda mais sujeitos a contusões. Mas como ultimamente tem surgido até brasileiro bom que nem nós sabíamos que existia, pode haver alguma surpresa caso a praga das contusões ataque Old Trafford...

Foto: www.guardian.co.uk

6 comentários:

speed.king.thrasher disse...

pois é... eles tbm devem saber q tem a maior chance, tanto que já colocaram o salto alto, vide os ultimos jogos...


PS: nossa eu vi o set dele mano! tava mto bom... pena q o ingresso pro Iron rapelo minha grana hehehe se ñ ia...

...e eu ainda q curto o X Factor, acho q ia curtir...

Daniel Leite disse...

É por aí mesmo, Leandrus. Muito provavelmente, o campeão será o Manchester United. E você foi perfeito na análise, pois são a regularidade e a coerência nos resultados que diferenciam o Man Utd dos outros.

Ou seja, o time pode jogar mal e até perder alguns confrontos diretos. No entanto, não deixa para trás pontos contra Hull, Stoke, WBA e companhia.

Até mais!

Renan de Moura disse...

O United é a sensação e tem o elenco mais entrosado da Europa. Há grandes possibilidades de levar o caneco!

www.futebolcariocaoficial.blogspot.com

Abs!

Vinicius Grissi disse...

O United reforçou um elenco que já era forte e retirou da base ótimos jogadores. Receita fantástica para buscar títulos à longo prazo. Deve ganhar a Premiere este ano.

Renato Piccinin disse...

Concordo plenamente com a análise, mas queria muito que o Felipão levasse o caneco. Sou fã do cara. Abs

PS: seu blog já está indicado lá no meu entre os meus favoritos.

Net Esportes disse...

Também to achando que vai dar United mais uma vez, eles cresceram na hora certa e agora vai ficar difícil segurar....