quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

Até que há um fundo de verdade...

O meia Ramires, do Cruzeiro, no mínimo polemizou ao dizer o seguinte sobre a última convocação da seleção brasileira, que não teve um jogador atuando no Brasil chamado: "É importante olharem até pela questão da motivação dos jogadores brasileiros. Cada vez que convocam mais os caras de fora, aí é que todo mundo quer sair mesmo para chegar à Seleção. Então o trabalho que a gente está fazendo aqui não está valendo de nada para chegarmos à Seleção"

O que Ramires disse é algo que deve ser discutido com cuidado, até porque é relativa a questão sobre atuar no Brasil ou não: logo que um jogador que atua por aqui é convocado para a Seleção, ele pode atuar míseros 5 minutos com a amarelinha que vários times europeus pretenderão contratá-lo. Logo, o jogador que atua em terras brasileiras, por mais mediano que seja, logo se transfere para um clube europeu, dos mais medíocres e obscuros para os mais poderosos.

Talvez essa tenha sido uma declaração inoportuna de Ramires, pois o mesmo implica que Dunga não olha muito para o que acontece no Brasil. É verdade que não são muitas as vezes em que vemos jogadores como o próprio cruzeirense, Hernanes, Juan, Alex, Miranda e Nilmar convocados (quando são escalados então, é quase motivo para festa), mas também é verdade que o técnico da Seleção disse na última segunda-feira que preferiu não chamar nenhum jogador em atividade por aqui pelo fato de todos ainda não estarem no melhor da sua forma física, já que acabaram de sair de uma curta pré-temporada; ou seja, foi uma justificativa até válida e, se perguntarem a Dunga o que ele acha do que Ramires disse, ele logo repetirá (provavelmente com seu jeito rude e mal-educado) tal justificativa. E como forma de mostrar quem manda na Seleção, pode até mesmo não convocar o jogador do Cruzeiro futuramente (o que seria uma retaliação ridícula, mas que pouco importa, pois ele nunca convoca o volante mesmo...).

De fato, até que o argumento de Dunga para não convocar os jogadores brasileiros desta vez não foi dos piores, já que os que atuam por aqui realmente não estão no melhor de sua forma (embora eu ache que, até o dia do amistoso, eles já estarem em condições bem mais satisfatórias). Mas então, como explicar a convocação do zagueiro Thiago Silva, agora no Milan, que chegou há pouco tempo no clube italiano após ficar vários dias parado em razão das férias depois do término do Brasileirão e que mal disputou um mísero amistoso este ano, tendo talvez treinado menos do que muito jogador que fez pré-temporada no Brasil?

Nesse caso, começo a pensar que tenho que dar um pouco de razão ao Ramires...

8 comentários:

Daniel Leite disse...

Dunga é um mestre da incoerência. O exemplo do Thiago Silva foi muito feliz, pois uma partida diante do Hannover não põe ninguém na ponta dos cascos.

E Dunga é também um doutor em rabugice. Trata-se de um sujeito com dificuldades no uso do português e cheio de marra.

De toda maneira, dá para digerir a justificativa.

Mesmo assim, Ramires está coberto de razão. Felipe Melo seria chamado se ainda estivesse no Grêmio? Sinceramente, acredito que não.

Até mais!

Obs.: Agora, o Tottenham quer Robbie Keane!!!

Vinicius Grissi disse...

A questão é: o jogador que está no Brasil precisa jogar muito mais do que um que joga em um grande clube da Europa para ser convocado. Assino embaixo do que disse o Ramires. No ano passado, por exemplo, vários jogadores mereciam ser convocados.

E olha que desta vez eu até absolvi o Dunga e sua desculpinha fajuta para não convocar os brasileiros.

Net Esportes disse...

Eu tb concordo na incoerência do Dunga, mas por outro lado ouvi falar no fator que ele não queria desfalcar os times do Brasil nesse início de temporada..... e ficar sem Hernanes e Miranda sería realmente terrível.

Marcos Antônio Filho disse...

é pro cara ser convocado jogando no brasil só jogando duas vezes mais do que um cara na mesma posição na europa. E esse cara na Europa nem é titular às vezes, e é convocado!

Aldevan Junior disse...

A Seleção Brasileira deve ser formada pelos melhores jogadores. Se um atleta que joga na Europa foi testado e não agradou, nada mais justo que buscar em casa a solução.

E a solução vai parar na Europa, e num futuro não tão distante seu futebol vai cair de produção e vai se buscar novos nomes no Brasil, que vão para seleção e vão para a Europa, e....

É um ciclo interminável!

Leandrus disse...

Breves comentários:

Daniel, pra mim a justificativa do Dunga foi válida. Se foi falsa, não sei, mas até que é coerente. Mas seria totalmente coerente se não houvesse essa convocação do Thiago Silva.
Quanto ao Felipe Melo, eu não sei. Li e ouvi que ele evoluiu muito nas últimas temporadas e que realmente está jogando muito na Fiorentina.

Vinicius, é verdade que ele não convoca alguns jogadores que estão batendo um bolão aqui no Brasil. Mas isso não é exclusividade dele, já acontecia com Parreira. O fato de convocar alguns jogadores que disputam ligas não tão fortes, como da Holanda, da Turquia, da Rússia, ou da Ucrânia, provam isso.
Porém, é o que eu disse para o Daniel: a justificativa dada pelo Dunga foi válida, pois os jogadores em atividade no Brasil realmente não estão no melhor da forma física. Se ele foi falso eu não sei, mas faz sentido. Mas ele pisou na bola ao dizer isso e convocar o Thiago Silva, que também não está no melhor de sua forma. E ainda tem o Anderson, que está machucado.

Aldevan, é o que penso também. É só o cara ser convocado para a Seleção que vários times o sondarão. Embora este pensamento esteja diminuindo cada vez mais, ainda há uma tendência de achar que só o fato do jogador ser brasileiro faz com que ele seja um excelente jogador, e uma convocação apenas reforça a ideia.

Ateh!

Loucos por F-1 disse...

Xará, o Dunga é totalmente louco e incoerente. Dou razão sim ao que disse o Ramirez. O ataque da seleção brasileira é um dos grande problemas. Agora eu te pergunto: ele alguma vez tocou no nome dos artilheiros do campeonato brasileiro? Kleber Pereira não teve chances e menos ainda o garoto Keirisson. Dizer que o atacante do Palmeiras é muito jovem não serve como justificativa porque aí o Pato não poderia ser convocado.

Ele prefere chamar um Ronaldinho muito mal no Milan do que um Nilmar ou Keirisson em boa fase. Vai entender.

Abraços!

Leandro Montianele

Vinicius Grissi disse...

Exatamente Leandrus. Por isso o Dunga não pode levar para o lado pessoal. Quando citei esta frase no meu blog, coloquei que, de fato, não convocar os jogadores "brasileiros" não é novo, não começou com o Dunga.