segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

Escolha justa

A escolha de Cristiano Ronaldo para melhor jogador de 2008 foi justa principalmente por tudo que conquistou pelo Manchester United

O que já era esperado pela maioria e ainda visto com certa desconfiança por alguns aconteceu: Cristiano Ronaldo levou o prêmio de melhor jogador do mundo de 2008. O jogador do Manchester United foi o segundo português a conquistar tal feito, já que o meia Figo havia levado o troféu em 2001.

A escolha foi justa. Mesmo não tendo muito destaque na Eurocopa, que tem grande peso na eleição (como pôde ser visto na inclusão dos espanhóis Fernando Torres e Xavi entre os finalistas ao prêmio), sendo eliminado ainda nas quartas de finais, o desempenho de Cristiano Ronaldo na temporada passada foi excelente. Cada vez mais se livrando da estigma de firulento e pouco objetivo, sempre usados contra o jogador pelos seus críticos, o camisa 7 do Manchester United conduziu seu time ao título da Premier League e foi muito importante na conquista da Liga dos Campeões, embora quase tenha se tornado vilão ao perder na decisão por pênaltis a cobrança que poderia ter dado o título ao rival Chelsea. Os 42 gols marcados na temporada passada, sendo 31 deles na Premier League (o que fez com que se tornasse o artilheiro da competição), algo impressionante para quem atua como winger também foram essenciais para que o jovem português fosse eleito o melhor jogador do mundo de 2008. Dessa maneira, pôde ganhar a briga com Messi, 2º colocado na eleição, que também teve um ótimo ano e ajudou a seleção argentina a conquistar a medalha de ouro nas Olimpíadas, mas que teve contra si o fato de não ter levado o Barcelona à títulos.

Dando uma olhada nas outras posições, foi curioso ver Xavi em 5º lugar, ou seja, o último entre os finalistas. O jogador do Barcelona foi eleito o melhor da última Eurocopa e mesmo assim ficou atrás de Fernando Torres e de Kaká. Ver El Niño em 3º, na frente de seu companheiro de seleção, não foi tão surpreendente, já que o atacante também teve bom desempenho na Euro 2008, inclusive marcando o gol do título, e foi o destaque do Liverpool junto com Gerrard na última temporada, levando o clube inglês às semifinais da UCL. Porém, Kaká pouco fez para estar a frente do volante do Barça: seu talento é obviamente indiscutível, mas, ao contrário do que fez na temporada 06-07, quando levou brilhantemente o Milan ao título da Liga dos Campeões, não repetiu as mesmas atuações e viu seu clube ser eliminado ainda nas oitavas de finais da competição que havia ganho um ano antes (pior, em pleno San Siro); além disso, terminou o Campeonato Italiano apenas na 5º posição, tendo direito de disputar apenas a Copa da UEFA. Portanto, a 4º posição de Kaká é no mínimo discutível, já que Xavi parece ter tido mais cacife para estar a frente do brasileiro desta vez.

Cristiano Ronaldo, que vai voltando a ser o destaque do seu clube após retornar de contusão que o deixou afastado dos primeiros jogos do Manchester United na temporada, tem tudo para ganhar o prêmio novamente nos próximos anos. O português possui apenas 23 anos e ainda tem grandes objetivos a alcançar, como levar a seleção de seu país a algum título de expressão, o que pode manter o jogador motivado a se destacar cada vez mais. Só não pode imitar Ronaldinho Gaúcho, que anos atrás parecia fora de série e estava em excelente forma e de repente caiu bruscamente de produção por diversos motivos, sendo agora nem sombra do que era a 4 ou 5 anos.

Foto: globoesporte.com

7 comentários:

Rafael Petry disse...

Sou um fã do Portugues, assim como muitos Brasileiros! A escolha foi justa e prevista, até porque este premio é para a temporada passada e na temporada passada o Gajo jogou muito fez muitos gols. É um jogador completo, ótimo cabeceio, batedor de faltas, chutes de longa distancia, drible.... No Brasil boa parte da imprensa tenta taxar o Gajo de marrento, chato, firulento.... Marrento e chato? O técnico da nossa seleção é, o Gajo trata a todos muito bem... Ah se ele fosse Brasileiro.... Abração!!!!

Carlão Azul disse...

Não que eu tenha torcido mas foi mesmo justa a escolha.

Abraços e...

Saudações Celestes

SITE/BLOG
Sou Cruzeirense - Site
Sou Cruzeirense – Blog
CRUZEIRO: O MAIOR DE MINAS
ENTREM E SINTAM-SE A VONTADE
;)

Net Esportes disse...

Escolha mais do que justa, o ano inteiro foi apontado como o favorito, e agora no último mês aí começaram a falar que o Messi ia ganhar e tal, nada haver, não que o argentino não mereça, acho até que ele é favorito ao prêmio agoram em 2009, mas o português já era dado como vencedor há um ano atrás.........

Parabéns para a Marta também, insuperável.

Loucos por F-1 disse...

Este título foi mais do que merecido por tudo que ele fez na temporada passada. Ganhou tudo que disputou pelo Manchester e agora foi coroado o melhor do mundo.

Destaque também para a Marta que levou o prêmio pela terceira vez consecutiva.

Abraços!

Leandro Montianele

Alex Alvarez disse...

Justiça foi feita. Ele foi o melhor de 2008. Messi terá que ser contante e ganhar algúm título relevante se quiser o prêmio de melhor do mundo.

Estranha mesmo a quarta posição do Kaká, que fez uma temporada bem discreta. Espero que este ano ele jogue melhor, assim como o Ronaldinho Gaúcho.

Parabéns para a Marta, que ganhou o prêmio mais uma vez!

Abraço.

Daniel Leite disse...

Acompanho a maioria das suas considerações, Leandrus. O prêmio a CR, a segunda colocação de Messi e o terceiro lugar de Torres são justos, ou, no mínimo, aceitáveis. Também acho que Xavi deveria estar à frente de Kaká, mas, ainda assim, a quinta posição estaria de bom tamanho para o excelente meia blaugrana.

Isso porque Ibrahimovic merecia um lugar entre os finalistas. É inacreditável a forma como o sueco é "ignorado" em eleições da FIFA.

Em 2007, inclusive, o artilheiro da Inter ficou fora da lista dos trinta melhores! Além dele, Totti, Fábregas e Robinho também foram esquecidos.

Até mais!

Leandrus disse...

Breves comentários:

Pessoal, falha minha. Devia ter citado a Marta no texto, já que certamente ela mereceu seu título. E com a motivação de dar um título de expressão para o Brasil, pode ganhar o prêmio mais vezes ainda.

Daniel, eu reconheço que preciso assistir mais jogos do Calcio para ver os jogos de Ibrahimovic (é um campeonato que não me atrai). Mas pelo que vi em jogos da Copa e da Euro, achei valorizado demais, nunca provando tudo aquilo que falam dele. Por isso, nunca achei um erro ele não ser citado nessas eleições, pois a primeira impressão que tive dele não foi das melhores. Porém, já vi muitos falarem muito bem do atacante, como vc, pessoas em comunidades do orkut e claro, a mídia especializada.

Ateh!