domingo, 25 de janeiro de 2009

Muito trabalho pela frente

Com seus elencos em reformulação, exceção do Flamengo, a primeira rodada do Campeonato Carioca não foi muito boa para os grandes quatro times do Rio. Se antes do começo do torneio os times já sabiam que teriam muito trabalho pela frente, principalmente porque precisam entrosar as equipes, algumas agora viram que terão mais trabalho do que pensavam.

René Simões e Dorival Jr devem estar quebrando a cabeça nesse momento para consertar os erros de suas equipes. Fluminense e Vasco, equipes que comandam, entraram em campo com 6 e 8 jogadores novos em relação ao ano passado e acabaram perdendo suas partidas para Cabofriense e Americano por 3 a1 e 2 a 0, respectivamente. Destaque negativo para o time de São Januário, que teve uma atuação tão ruim a ponto do treinador já deixar a Taça Guanabara de lado e pensar na Taça Rio. O Botafogo também mostrou certa dificuldade por estar com um elenco novo, mas conseguiu derrotar o Boavista por 2 a 1 com gol nos acréscimos; porém, também mostrou que precisa melhorar bastante.

O Flamengo encontra-se numa situação diferente dos outros três porque não mexeu muito no elenco, mantendo a base do ano passado. Porém, os problemas de 2008 continuam e a equipe, que jogou mal, penou para vencer o Friburguense pelo magro placar de 1 a 0, contando com uma ajuda clamorosa do bandeirinha, que invalidou um dos gols mais legítimos da história do futebol. Cuca, que conta com muitas peças mas ainda possui muitas dúvidas quanto a quem escalar, terá trabalho para achar a formação ideal do time, que aliás foi o mesmo criticado esquema usado em 2008 (Marcelinho Paraíba no meio? Esquece...).

E é importante lembrar que em 2009 os 4 grandes voltam a enfrentar os pequenos fora de casa, ao contrário do que ocorreu no ano passado, quando todos os seus jogos foram no Maracanã, Engenhão ou São Januário. Isso pode ser um ingrediente a mais no campeonato, já que os times grandes têm mais chances de serem derrotados, como já aconteceu com o Fluminense hoje, que perdeu jogando em Cabo Frio. Mais situações como essa poderão acontecer, e o campeonato (que infelizmente, continua inchado) não ficará na mesmice de 2008, quando os 4 grandes se classificaram para as semifinais da TG e da TR de maneira tão fácil que beirava o ridículo.

Como os elencos das principais equipes do Rio mudaram bastante e todos ainda estão a procura da equipe ideal, não será surpresa ver mais alguns tropeços pelo menos nas próximas rodadas. Os torcedores devem ficar pacientes e se lembrar que este ainda é um campeonato que permite uma série de testes, já que o torneio mais importante ainda é o nacional; e esse pensamento vale ainda mais para os vascaínos, que não parecem ter um elenco muito bom e talvez precisem de ainda mais tempo para serem competitivos.

4 comentários:

Daniel Leite disse...

Pois é, Leandrus. A "desistência" do Dorival Júnior chega a ser emblemática. Parece inevitável, nesse sentido, a presença de "intrusos" nas semifinais das Taças Guanabara e Rio.

Mesmo Flamengo e Botafogo, vitoriosos, não escaparam das dificuldades e das polêmicas.

Curiosa e contrariamente, em São Paulo, os pequenos não devem impor grandes dificuldades ao quarteto de ferro. Mesmo com os bons começos de Guarani e São Caetano, as semifinais devem ser formadas por Corinthians, Santos, São Paulo e Palmeiras. Com a condição de que os dois últimos levem o Paulistão a sério, ainda que estejam disputando a Libertadores.

Até mais!

Aldevan Junior disse...

Fala Leandrus!

De todos os grandes do Rio, vejo que apenas Dorival Jr. terá mais trabalho.

Renê e Ney têm elencos muito bons e estes têm gabarito para fazer dos seus grupos de atletas um time vencedor. GOstei do Maicosuel contra o BOavista.

Já no nosso FLamengo, Cuca precisará encaixar Marcelinho Paraíba na função que ele rende mais, ou seja, na meia cancha. Caso contrario, cerio que o destino do camisa 11 será a Toca da Raposa.

UM abraço!

Marcos Antônio Filho disse...

é o Vasco vai ter bastante trabalho,pq perder dessa maneira em casa, é complicado. Talvez na tça rio eles mostrem alguma evolução. E o Flamengo é a mesma coisa do que no ano passado, vamos nos preparar pros vexames de novo...

Leandrus disse...

Breves comentários:

Daniel, acho que em SP a disparidade dos grandes para os pequenos não é tão grande quanto no Rio, então até creio em alguma surpresa nas semifinais. De qualquer maneira, o Campeonato Paulista é mais longo e muita coisa pode acontecer, ao contrário do Carioca que, dividivo em TG e TR, tem 7 ou 8 jogos por turno. Vamos ver.

Aldevan, eu não sei se o Botafogo tem um elenco tão bom não. Acho um elenco muito modificado, sem tanta qualidade (ao contrário do do Flu) e talvez Ney Franco precise de mais tempo para acertar o time. E concordo contigo, Cuca tem que achar a posição de Marcelinho, o que não é muito difícil, pois o próprio jogador já declarou que prefere jogar como meia.

Marcos, e eu vi uma parte do jogo e o Vasco jogou muito mal, com jogadores rendendo praticamente nada. E quanto aos vexames do Fla, acho que não é para tanto, hehehe

Ateh!