segunda-feira, 3 de novembro de 2008

Saldo positivo

Felipe Massa não se sagrou campeão da F-1 por muito pouco: além de terminar o campeonato separado do campeão Lewis Hamilton por um mísero ponto, viu o título escapar de suas mãos na última curva da última volta. Para piorar, o brasileiro poderia estar comemorando o título agora se não tivesse sido atrapalhado por falhas da sua equipe, já que perdeu pontos preciosos após erros em pelo menos três corridas; se tivessem sido evitados, o piloto da Ferrari poderia até mesmo ter conquistado o título antecipadamente.

Porém, 2008 não deixou de ser um bom ano para Massa. O brasileiro indiscutivelmente mostrou uma grande evolução durante toda a temporada e muita força ao não se abater nos momentos mais difíceis, tanto após seus próprios erros na pista quanto após os erros da sua equipe que lhe prejudicaram.

O começo de temporada, por exemplo, foi o pior possível. Além de ter de provar aos outros que não era o segundo piloto da Ferrari somente porque seu companheiro de equipe era o atual campeão Kimi Raikkonen, não foi bem na Austrália, envolvendo-se em dois acidentes e abandonando com problemas no carro. Mas o mundo só foi realmente cair na Malásia, quando rodou sozinho na metade da corrida. Como sempre, as críticas foram imperdoáveis: boatos surgiam colocando Alonso ou Vettel no lugar do brasileiro para o ano seguinte. Massa teve que esperar duas semanas para dar a resposta em grande estilo, vencendo incontestavelmente no Bahrein.

Mas esse foi só o começo de sua recuperação. Massa não só alcançou Raikkonen no mundial de pilotos como aproveitou a má fase do finlandês para ultrapassá-lo na classificação. Acabou ganhando a disputa com Kimi dentro da equipe, e o resultado disso foi o que aconteceu nas últimas voltas do GP da China, quando teve de deixar Felipe assumir o 2º posto para que o brasileiro ainda tivesse chances de vencer o campeonato.

A relação Massa-chuva foi outro motivo de críticas a Massa. No chuvoso GP da Inglaterra enquanto Rubens Barrichello levava sua fraca Honda à 3º posição, Massa mal conseguia se manter na pista: foram 5 rodadas que fizeram com que terminasse em último, 2 voltas atrás do vencedor. Se o brasileiro já era conhecido por não ser um grande piloto na chuva, depois dessa corrida sua reputação em tais condições caiu ainda mais. Mas as corridas na Itália e até mesmo aqui no Brasil mostraram um Massa muito mais seguro em pista molhada: se não está no grupo dos melhores pilotos chuva, onde Hamilton, Alonso e Rubinho estão, por exemplo, faz corridas corretas e sem arriscar muito, justamente para não se atrapalhar.

Essas corridas corretas também fizeram parte da evolução de Massa durante o ano: em vez de se arriscar em corridas em que não tinha um carro superior, podendo pecar pelo arrojo excessivo e acabar fora da prova, não assumiu grandes riscos e levou o carro tranqüilamente até onde era possível, como na Bélgica. Isso ajudou a trazer a regularidade que Felipe precisava, algo essencial para um piloto que almeja vencer o campeonato.

Por último, Felipe sempre nunca se abateu após os erros da Ferrari que acabaram por lhe custar o campeonato. Após o erro no seu primeiro reabastecimento no Canadá, fez ótima corrida de recuperação e terminou em 5º; quando teve seu motor estourado na Hungria, recuperou-se em grande estilo ao vencer em Valência; e não desistiu de brigar pelo título após o caso da mangueira em Cingapura, além de não culpar o responsável pelo erro no pit stop. Em vez de reclamar da sorte, trabalhou para inverter a situação adversa na qual se encontrava.

Falando desta evolução de Felipe durante o ano e do ótimo campeonato que fez, não quero dizer que quem merecia o título era Massa e não Hamilton; já havia dito que o inglês merecia ser campeão por também ter feito um ótimo campeonato e ter reafirmado todo o seu talento e arrojo dentro da pista. Mas, pela sua evolução e pela maneira como perdeu o título, é mesmo, parafraseando o próprio brasileiro, “uma sensação estranha” não ser o campeão. Resta a ele só tirar proveito de tudo o que aconteceu e se fortalecer ainda mais para o ano que vem.

Foto: www.gpupdate.net

10 comentários:

Carlão Azul disse...

Hamilton deu muita sorte e Massa durante o campeonato azar, mas 2009 será diferente e veremos MASSA CAMPEÃO.


Saudações Celestes

SITE/BLOG.....CRUZEIRO: O MAIOR DE MINAS
Sou Cruzeirense - Site
Sou Cruzeirense – Blog
ENTREM E SINTAM-SE A VONTADE

Net Esportes disse...

Certamente ele pode ser ainda melhor no ano que vem, mas temos que lembrar que 2009 todos começam zerados, e o Kimi pode se recuperar, afinal ele sempre vai bem em ano par ..... !!!!

Vinicius Grissi disse...

O saldo é muito positivo. Massa orgulhou os brasileiros e provou que é capaz. Aposto nele no ano que vem, assim como aconteceu com Hamilton este ano.

Marcos Antônio Filho disse...

O Massa mostrou ser um ótimo piloto,principalmente na reta final.Deu azar com os erros da Ferrari mas acredito que se a Ferrari se acertar,Massa e Kimi disputam o título ano que vem.

Loucos por F-1 disse...

Xará,

Vc disse tudo.
Felipe Massa evoluiu muito e mostrou para o mundo o seu valor. Nos momentos de dificuldades soube manter a calma e trabalhar duro. No ano que vem ele poderá vir muito mais forte.

Abraços!

Leandro Montianele

Daniel Leite disse...

Foi um ótimo ano para Massa, de fato. Eu me baseio nisso pela imagem que tenho dele. Antes, achava-o um piloto muito rápido e competente, porém desequilibrado para ganhar um longo campeonato. Agora, não. Ele mostra que é muito habilidoso e que pode buscar grandes resultados através de algo que não tinha: a regularidade. É claro que a apatia de Raikkonen ajudou. Mas o importante é que Massa se ajudou.

Até mais!

Aldevan Junior disse...

38 SEGUNDOS COMO CAMPEÃO MUNDIAL... O GOSTINHO DEVE TER SIDO BOMPARA MASSA, QUE DEVE VIR COM TUDO NA TEMPORADA DO ANO QUE VEM...

ISSO É, SE A FERRARI NÃO MAIS COMETER OS ERROS COMO O FOLCLÓRICO DE CINGAPURA...

AH! PROBLEMAS RESOLVIDOS E O CANETA DE CHUTEIRA JÁ ESTÁ DE VOLTA!!!
ABRAÇO!!!

Saulo disse...

Massa vai seguir firme e forte para a próxima temporada. O Massa é um cara orgulhoso por tudo o que aconteceu na sua carreira e ele promete ainda.

Leandrus disse...

Bom, acho que não preciso nem comentar mais nada. Massa vai mesmo vir com tudo no ano que vem e já deve ser considerado um dos favoritos ao título do ano que vem, junto com Hamilton e Raikkonen, se não der o apagão que deu no meio do campeonato desse ano novamente.

Ateh!

Felipe Maciel disse...

A questão é saber também se a Ferrari vai vi com cara de Ferrari ou vai seguir com a comédia pastelão em 2009. Além disso, a próxima temporada vai ser um ano mais competitivo, com mais equipes participando da disputa, ao menos é o que se espera. Tem tudo para ser um ano muito difícil para todos.