quarta-feira, 12 de novembro de 2008

Fica com a Sul-Americana mesmo... (?)

Tropeços do Botafogo no Engenhão prejudicaram o clube nas últimas rodadas do Brasileirão

Que a luta por um lugar no G4 e consequentemente na Libertadores do ano que vem está acirrada não é nenhuma novidade. Num Brasileirão marcado por tropeços e vitórias inesperadas, o São Paulo já está praticamente classificado para a maior competição das Américas, enquanto Grêmio, Cruzeiro, Palmeiras e Flamengo ainda brigam por 3 vagas. Porém, certamente poderia haver mais times nessa luta.

Botafogo, Coritiba, Vitória e Goiás, times que já ou quase estiveram no G4, caíram de produção nas últimas rodadas e ficaram longe dos 5 primeiros colocados; o Coritiba, o mais próximo do Flamengo, 5º colocado com 60 pontos, está a 10 do time carioca. Portanto, praticamente não possuem chances de conquistar a tão sonhada vaga para a Libertadores e não já conseguem nem mesmo perturbar a vida dos times que estão lá na frente.

O mal, se não pífio, desempenho dos quatro times citados nos últimos jogos pode ser visto se forem consideradas as 7 últimas rodadas do campeonato. Com 21 pontos a serem disputados, o Coritiba ganhou 9, o Botafogo e o Goiás, 6, e o Vitória, míseros 5; ou seja, muito, mas muito longe da campanha do atual líder São Paulo, que conseguiu 19 pontos nessas rodadas (o que explica como um time antes quase deixado de lado na briga pelo liderança agora é o favorito ao título) e ainda inferior a do Palmeiras, que teve o pior desempenho dos 5 primeiros colocados na competição, conquistando apenas 11 pontos (o que também explica como um time que no início de outubro era líder está agora a 4 pontos do primeiro colocado).

Não é muito difícil entender porque essas equipes tiveram um resultados ruins nas últimas rodadas: tropeços em casa, incluindo derrotas para times da parte de baixo da tabela, e derrotas fora de seus domínios para esses mesmos clubes que estão brigando para sair do G4 maldito acabaram com maiores pretensões dessas equipes. Com isso, o Internacional, mesmo priorizando a Copa Sul-Americana, ainda conseguiu se colocar na frente dos quatro, estando em 6º na classificação do campeonato. E é bom lembrar que o desempenho do clube gaúcho também não foi nenhuma maravilha nessas 7 rodadas: a equipe de Tite conseguiu os mesmos 9 pontos conquistados pelo Coritiba.

Por isso, pelo andar da carruagem, esses clubes muito provavelmente terão de se contentar com a Sul-Americana no ano que vem, o que não chega a ser trágico para Coritiba e Vitória, que acabaram de voltar para a Série A, nem para o Goiás, que fez péssima campanha no primeiro turno e parecia fadado ao rebaixamento. Para o Botafogo, fica uma certa ponta de decepção, já que havia esperança de uma temporada melhor em relação a do ano passado após o bom começo de ano e a ressurreição do time depois da chegada de Ney Franco. Porém, a questão é: a Sul-Americana ainda satisfaz alguém ou só serve para atrapalhar as equipes durante o Campeonato Brasileiro?

Foto: esporte.ig.com.br

8 comentários:

Saulo disse...

O grande problema do Botafogo é essa crise financeira que não termina nunca.

Marcos Antônio Filho disse...

O Grande problema do Botafogo é acontecer essas coisas que só acontecem ao Botafogo.Po tem um monte d etime com o salário atrasado e justamente no botafogo,gente sai por causa disso,no meio do campeonato!

E Não sei se vc leu Leandrus,mas parece que o campeçao da Sulamenricana vai dar vaga na Libertadores...Aí ela vai passar a ser interessante pros clubes brsileiros...

Vinicius Grissi disse...

O Inter também poderia estar brigando por uma vaga na Libertadores. Uma pena que estes times ficaram pelo caminho.

Aldevan Junior disse...

Cara, a Sul Americana terá certa dose de importancia se o Inter conseguir levar a taça neste ano.

Porque se continuar a secura dos brazucas, pode crer que, por mais um ano, esta competição será deixada de lado pelas equipes do Brasil.

Abraço!

Net Esportes disse...

Não sou matemático nem cauculista nem nada disso, mas faltando quatro rodadas ter cinco times brigando pelo título acho que não é muito comum, quatro brigando por três vagas na Libertadores já é talvez mais normal..... talvez seja provável mas acho difícil ter mais do que 4 times nessa briga, mas é um palpite apenas pois nem lembro como estava no ano passado !!!!!!!!

Rakal D'Addio disse...

Vaga na Sul-Americana estimula até a virada do ano, depois se transforma em empecilho para o Campeonato Brasileiro.

Leandrus disse...

Breves comentários:

Saulo, a crise do Botafogo contribuiu e muito para a queda de rendimento do time. Até os jogadores já admitem isso agora. Uma pena mesmo.

Marcos Antônio, só assim mesmo para os times valorizarem a Sul-Americana. Mas creio que, se o Internacional vencer essa disputa, as equipes vão priorizar mais a competição. Servirá como prêmio de consolação, no mínimo.

Vinicius, o Internacional tinha time para brigar por uma vaguinha lá na frente. Mas sempre que parecia que ia engrenar, tropeçava feio. Uma pena, pois poderia estar dando ainda mais emoção ao Brasileirão.

Aldevan, concordo contigo. Espero que uma possível conquista do Inter incentive as outras equipes para as próximas edições da competição.

Netesportes, se não me engano, o que aconteceu ano passado foi o São Paulo disparado o tempo todo em primeiro, Cruzeiro, Santos e Palmeiras brigando pela 2º posição, mas o Palmeiras teve um final de temporada horrível e ficou de fora. O Grêmio tentava entrar na zona e do nada o Flamengo chegou no G4 e logo se classificou, pois conquistou muitos pontos nos ultimos jogos.

Rakal, você disse tudo, rs

Ateh!

Daniel Leite disse...

Dá para dividir estes clubes em dois grupos: aqueles cujo objetivo foi alcançado e outros que passaram longe de qualquer sucesso pretendido.

Goiás, Vitória e Coritiba estão no lugar que sonhavam. Talvez excetuando o clube do Paraná, eles tinham como única meta inicial escapar do rebaixamento. Especialmente o Goiás, que fez uma final horrível de campeonato estadual contra o Itumbiara (sob o comando de Caio Jr.). Estes clubes fizeram muitos pontos no começo (e no meio, no caso goiano) do campeonato e chegaram a patamares tranqüilizadores. De quebra, ainda se classificam para o estorvo chamado Copa Sul-Americana.

Botafogo e Inter decepcionaram. Do clube carioca, não esperava mais do que tem feito. A desilusão é em relação aos próprios torcedores e às pessoas que comandam a equipe. Estes propuseram metas audaciosas para um time limitado. Nada feito. Agora, o Internacional teria a obrigação de levar o título. Conta com o melhor jogador do país (Alex, que não foi o melhor do Brasileiro) e com um suporte muito bom a ele. D'Alessandro, Nilmar, Guiñazu, Bolívar, Magrão... Enfim, um conjunto que deveria estar cinco posições à frente.

Até mais!