terça-feira, 2 de setembro de 2008

Robinho, Robinho...

O mimado, ops, o jogador Robinho, em parte, conseguiu o que queria: saiu do Real Madrid, clube em que já não tinha mais clima para ficar, e se transferiu para a Inglaterra. Só não conseguiu se mudar para o clube que queria: dormiu sonhando no Chelsea, mas acordou no Manchester City; foi vendido ao clube por 40 milhões de euros (vale isso tudo?).

Aliás, o ex-craque do Santos diz que chega empolgado com o projeto do clube inglês. Que ele me desculpe, mas isso me parece conversa pra boi dormir: como muitos brasileiros, mal deve conhecer os jogadores do Manchester City (exceto os brasileiros Elano e Jô), e pior, mal deve saber que chega para disputar posição com o búlgaro Petrov, um dos principais nomes do elenco e um dos maiores responsáveis pela grande forma do time até certo ponto da temporada passada, quando o time caiu bruscamente de produção.

Creio que Robinho ainda deve estar decepcionado com essa transferência, pois toda sua pirraça (que deixou muita criança de 3 anos com inveja) não o ajudou a se transferir para o clube que briga por títulos nacionais e europeus, mas sim para um que ainda é emergente e briga por posições no bloco intermediário. Porém, não haverá muito tempo para reclamar, já que logo ele deverá estrear pelo clube; afinal, ele foi o jogador mais caro dessa janela de transferência, certo?

Certo. E então, deverá ser o titular, talvez até barrando o já citado Petrov, pois muito provavelmente será o craque-mor do time. E isso é algo que me preocupa: se Robinho era muito irregular no Real Madrid, principalmente na época que era um dos principais nomes do time (na era Luxemburgo), o que esperar dele agora no City? No Chelsea, ele seria mais um grande jogador, mas não o principal nome, já que estaria no meio de craques como Deco, Lampard, Drogba e talvez até Joe Cole e Essien, além de ter toda a confiança de Felipão. Lá ele não precisaria chamar a responsabilidade para si; no primo pobre do Man Utd, talvez sim.

Além disso, é necessário lembrar que Robinho jogava no Campeonato Espanhol, campeonato em que é possível jogar de uma maneira mais solta e não enfrentar uma marcação tão cerrada. Exatamente o contrário do Campeonato Inglês, onde se joga em campos de dimensões menores e contra times que prezam muito mais pela marcação, muitas vezes bem violenta. Robinho terá de se acostumar rapidamente com o estilo de jogo de lá; caso contrário, passará mais tempo no chão do que com a bola nos pés. E muito cuidado com as pedaladas, porque jogadores como Coloccini, Campbell, Terry e Mascherano não costumam perder a viagem. Se Tevez e o próprio Mascherano demoraram para se adaptar a este campeonato, coisa que não costuma acontecer com argentinos, que tem a fama de se adaptarem mais facilmente em relação aos brasileiros...

Até torço para que Robinho tenha uma boa passagem no clube inglês, principalmente porque isso significaria mais uma boa opção para a Seleção. Mas, pelo menos para mim, inicialmente essa transferência não parece ter sido tão boa...

Foto: globoesporte.globo.com

4 comentários:

Daniel Leite disse...

Leandrus, eu acredito que pode dar certo. Quando Robinho falou sobre o projeto do City, imagino que ele tenha se referido às grandes ambições do dono da equipe. OK, foi um projeto inventado do dia para a noite, mas o time do City já está ficando muito bom. Kompany, Zabaleta, Jô e WP são ótimos e deixam o time em condições de lutar, com muito custo, por uma vaga na UCL, embora um quinto lugar seja mais provável. Faltam ao City, meias como Gerrard e Lampard. Eles têm somente Johnson, Hamman e Ireland, podendo ainda adaptar Elano. É pouco...
Robinho, também acho, não vale os 40 milhões de euros. Berbatov, por exemplo, é mais jogador - ou tem sido. O problema é que o Al Fahim estava disposto a tudo, e a demanda por ele era grande.
Como disse, ele será "O" craque do time. É arriscado, mas é "A" chance de ele superar alguns maus momentos que viveu em Madrid. Agora ou nunca.

Até mais!

Raúl y Pablo disse...

creo que el madrid hizo bien vendiendolo y tambien mejor para el jugador porque se sintio una moneda de cambio y eso no le gusta a nadie. visitame y si t gusta el blog deja un comentario y nos enlzamos los blogs

Vinicius Grissi disse...

Com certeza Robinho se deu mal. Não conseguiu o que queria e vai ter que dar a volta por cima. Futebol para isto, ele tem, não resta dúvida.

Marcelonso disse...

Leandrus,

Penso que Robinho entra numa roubada,primeiro porque sai do Real pela porta dos fundos,vai para um futebol mais truncado e ainda por cima para o Náutico da Inglaterra.
Seu empresário de sobrenome "DINHEIRO",só pensou $$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$
Ele ainda é muito jovem,e quem sabe aprenda com essas kbçadas.


abraço