segunda-feira, 8 de setembro de 2008

Finalmente uma boa atuação

Quem esperava, assim como eu, mais uma má atuação brasileira nas Eliminatórias caiu do cavalo. A Seleção fez sua melhor atuação na competição e venceu o Chile por 3 a 0, calando grande parte da torcida presente no Nacional.

Critico muito as decisões de Dunga, mas desta vez ele acertou ao não abrir mão de seu quarteto ofensivo (Diego, Robinho, Ronaldinho e Luís Fabiano), mesmo diante de um Chile ofensivo. O contestado técnico não escalou três volantes, como fez em vários jogos nos últimos meses, o que acabou sendo benéfico para o time, que conseguiu explorar muito bem os espaços deixados pelo setor defensivo chileno desde o começo do jogo.

Mas a história poderia ter sido diferente. O Chile começou o jogo pressionando bastante, explorando as jogadas pelas laterais e obrigando a Seleção a jogar como time pequeno, dando muitos chutões para a frente. Poderia ter aberto o placar, se não fosse a incompetência do atacante Suazo, que perdeu um gol aos 13 minutos do primeiro tempo que fez Obina e os atacantes do Atlético-MG morrerem de inveja. Aliás, o atacante perdeu as principais oportunidades de gols de sua equipe, o que certamente fez falta no final.

Quem não faz, leva. E foi explorando o desguarnecido setor defensivo chileno (atuação horrorosa dos zagueiros, diga-se de passagem) que o Brasil marcou seus gols. Ronaldinho Gaúcho não foi brilhante, perdeu pênalti, mas não comprometeu e cobrou bem a falta que resultou no primeiro gol. Diego talvez teve sua melhor atuação pela Seleção, armando muito bem as jogadas e dando ótimos passes. Robinho provou que estava determinado a mostrar que não havia esquecido seu futebol nas brigas que teve para sair do Real Madrid. E Luis Fabiano foi o jogador que mais lutou em campo: foi o destaque do time com seus dois gols, mas poderia ter feito 3 ou 4 se não tentasse enfeitar em outras lances no 2º tempo. De qualquer maneira, vai provando a cada jogo que, mesmo não sendo um atacante fora-de-série, merece a vaga de titular na seleção.

Outro momento elogiável do time foi a atuação do time durante o tempo em que atuou com 10 jogadores, graças à expulsão de Kléber (acho que agora o jogador do Santos perderá seu espaço na equipe; não vem em boa fase no seu clube e atuou tão mal quanto Gilberto). O Chile até esboçou uma reação, mas esbarrou na boa atuação defensiva da Seleção (finalmente!) e até em suas próprias limitações (sim, erros de Suazo de novo). Mas Valdivia mostrou que ainda possui fortes laços com o Brasil e também foi expulso, ajudando o time de Dunga.

Enfim, uma boa atuação do Brasil. Seria bom se a Seleção tivesse mais atuações do tipo; afinal, não é sempre que se vê o time jogando bem, principalmente fora de casa, e melhor, com determinação e vontade de vencer. Até Robinho, Diego e Luis Fabiano, todos homens de frente, ajudaram na marcação.

Lula, critique mais vezes a equipe de Dunga, OK?

Foto: www.cbf.com.br

5 comentários:

Arthur Virgílio disse...

Lula e a imprensa chilena né. Fazia tempo que não assistia uma seleção brasileira tão determinada para vencer um jogo. Dunga, no aspecto psicológico, está de parabéns.

Carlão Azul disse...

Concordo contigo, Lula foi mais importante que o Dunga nessa vitória, hehehe. Brincadeira.

Mas que as críticas presidenciais ajudaram muito isso é a pura verdade.

Se o Brasil jogasse sempre assim determinado e com vontade, ninguém nos seguraria, e se tivesse jogado com o Chile, do jeito que vinha jogando o placar seria inverso e estaríamos numa crise sem precedentes.

Saudações Celestes

SITE/BLOG.....CRUZEIRO: O MAIOR DE MINAS
Sou Cruzeirense - Site
Sou Cruzeirense - BLog
ENTREM E SINTAM-SE A VONTADE

Vinicius Grissi disse...

Foi uma ótima atuação, que veio no momento certo. Alguns jogadores importantes estiveram bem e o Brasil buscou a vitória na partida. O que já é animador.

Net Esportes disse...

Triste ver que só jogaram assim porque o Lula criticou, ou grande parte da imprensa e críticos em geral..... tem que jogar assim sempre, e não podemos esquecer que o Chile foi péssimo também, a Bolívia será pior ainda........ quero ver contra uma Argentina, Alemanha, Itália e França...........

Leandrus disse...

Breves comentários:

Arthur, Dunga foi bem nesta parte. Mas eu acredito que seu maior mérito, como disse antes, foi manter o quarteto ofensivo. Acho até que, embora Dunga deva ter feito um trabalho psicológico com os jogadores antes do jogo, eles mesmo já se motivaram bastante só por causa do oba-oba chileno e das críticas que receberam daqui do Brasil.

Carlão, foi o que Juca Kfouri disse: será preciso criticar a Seleção duramente antes de qualquer jogo! Assim eles pegam no tranco!

Vinicius, animador demais. Só espero que o time continue atuando bem nas próximas partidas, com a mesma determinação e habilidade que mostrou domingo.

Netesportes, é, é bom dizer que o Chile não foi bem mesmo. Por isso eu disse que Suazo perdeu vários gols e talvez pudesse até ter mudado a história do jogo se tivesse aberto o placar logo as 13 minutos de jogo. Mas como não fez...

Ateh!