segunda-feira, 1 de setembro de 2008

Considerações

O goleiro Bruno ficou marcado como um dos principais personagens do ótimo jogo disputado entre Flamengo e Fluminense ontem no Maracanã devido à sua contribuição discutível no segundo gol do Flu, no momento em que seu time parecia estar melhor na partida.

No momento do gol, achei que Bruno tivesse falhado clamorosamente, até porque interpretei (e ainda interpreto) o chute de Maurício como despretensioso. Bruno diz que não falhou, chegando a dizer que nem Buffon defenderia tal chute.

Deixemos Buffon para lá. Vendo o lance novamente, não classifico mais o gol como uma ‘falha clamorosa’. Porém, ainda acho que a bola era defensável, por mais que a bola tenha feito uma trajetória estranha. Bruno, ao meu ver, estava mal colocado, talvez surpreso por Juan ter perdido uma bola fácil no lance anterior. E em seguida (e seu maior erro), fez golpe de vista, torcendo para a bola não entrar. Ele poderia até não pegar a bola, mas seria muito menos crucificado devido ao esforço feito para realizar a defesa.

Excesso de confiança? Talvez. Não é a primeira vez que Bruno faz tal coisa. Porém, quando fez, ou a bola realmente era indefensável ou ela não entrava. Ou seja, é uma mania que ele já tinha e que agora acabou não dando certo. Cabe ao goleiro entender que golpes de vista são extremamente perigosos e podem acarretar em lances como o de ontem. Algo parecido aconteceu no ano passado: Bruno costumava dar um drible nos atacantes adversários para depois sair jogando, matando os torcedores de susto; pois bem, num jogo pelo Carioca contra o Madureira, o goleiro tentou fazer o mesmo, perdeu a bola e tomou o gol. Levou uma bronca tão grande do seu preparador que, além de tentar tal lance menos vezes, nunca mais errou.

Bruno é um dos melhores goleiros do Brasil, mas são lances como esse, em momentos que não pode errar, que dificultam uma possível convocação para a seleção brasileira, que não admite erros bobos após uma partida quase impecável; por isso Renan, Júlio César, Diego Cavalieri e Rogério Ceni são os mais elogiados no Brasil. Aliás, Júlio César era mais ou menos assim: era um ótimo goleiro na época em que estava no Flamengo, mas vez ou outra falhava bisonhamente. À medida que foi se tornando mais constante, começou a ser convocado para a Seleção e até se transferiu para um grande clube europeu.

Em tempo: esta falha discutível de Bruno e a clamorosa no jogo contra o Internacional não apagam tudo o que o camisa 1 do Flamengo fez até agora no clube. Por mais que a torcida esteja impaciente ultimamente, o goleiro não mereceu as vaias que tomou ontem. Até porque fez boas defesas nesses últimos 2 jogos que também salvaram o time de um resultado negativo. Isso para não relembrar da sua trajetória no clube desde 2006...

Foto: oglobo.globo.com

4 comentários:

Loucos por F-1 disse...

Xará,

Assim como a maioria dos torcedores eu interpreto o lance como uma falha. Apesar de ter sido um chute forte, foi de muito longe e em uma tragetória diagonal. Com isso, este chute era totalmente defensável. Como ele pode afirmar que a bola era indefensável se ao menos nem pulou??

Esses golpes de vista que o Bruno gosta de dar me deixam apavorado, ele tem que começar a trabalhar isso nele.

Não serão duas falhas que apagarão tudo que o nosso goleiro fez, ele continua com crédito.

Abraço!

Leandro Montianele

Carlão Azul disse...

Esses argumentos do goleiro não valem, ele tem sofrido sonoros "perús" como o gol que sofreu do Inter....

Abraços Leandrus,

sobre o que disse de começarem os problemas do Adilson Batista de novo, por coincidência ao que disse, hoje postei um texto sobre isso, espero-o por lá.

Saudações Celestes

SITE/BLOG.....CRUZEIRO: O MAIOR DE MINAS
Sou Cruzeirense - Site
Sou Cruzeirense - BLog
ENTREM E SINTAM-SE A VONTADE

Vinicius Grissi disse...

O Bruno é um bom goleiro. Mas ainda se acha o melhor do mundo. E é o que complica ele.

Também não achei um "frango". Mas acho que dava pra chegar sim...

Leandrus disse...

Breves comentários:

Leandro, Bruno continua tendo crédito, mas acredito que percebeu que não pode bobear no gol, ainda mais 2 vezes seguidas. E esse é mesmo o problema: tem que pular e deixar os golpes de vista de lado!

Carlão, sobre o que Bruno e o preparador dele disseram: mentira esse papo de que sempre que Bruno toma um gol, a torcida considera frango. Se fosse assim, porque a torcida gritaria todo jogo "é o melhor goleiro do Brasil"?

Vinicius, o Bruno parece mesmo às vezes ter um ar de superioridade. Por isso talvez ele tenha tido excesso de confiança no gol do Maurício. E realmente, ele poderia ter pelo menos pulado...

Ateh!