quarta-feira, 17 de setembro de 2008

Acertos e erros

Josep Guardiola levou o Barcelona à uma tranqüila vitória por 3 a 1 sobre o Sporting Lisboa na estréia de seu time na Liga dos Campeões. Embora a formação da equipe não tenha mudado tanto em relação ao esquema usado nos anos anteriores por Frank Rijkaard, o novo técnico fez uma boa opção tática que poderá ser usada com sucesso no futuro. Mas quase se complicou ao errar nas substituições.

Pep Guardiola mandou a campo uma equipe com três zagueiros: Puyol, Rafa Marquez e Piqué. Dessa maneira, o Barcelona pôde atuar em algo muito próximo de, se não um 3-4-3, já que Daniel Alves atuou praticamente como um meia direita. Quando o time se defendia, o ex-Sevilla ajudava na marcação pelo lado direito, mas logo que a equipe retomava a posse da bola, o jogador se mandava para o ataque por aquele lado.

Fazendo isso, Guardiola pôde aproveitar todo o potencial ofensivo do brasileiro, que costuma se destacar mais no ataque do que na defesa; foi atuando com essa liberdade ofensiva que o jogador chamou a atenção de todos na Europa quando ainda jogava pelo Sevilla. Isso também foi benéfico para Messi, que teve uma grande ajuda pelo lado direito. Acredito que se a zaga atuar bem futuramente como atuou ontem (o time não ficou exposto com os avanços do lateral), o esquema poderá ser utilizado mais vezes. Pelo potencial que possuem, Daniel Alves e Messi poderão fazer grandes estragos nas defesas adversárias.

Se Guardiola acertou nessa escolha tática, errou nas substituições. Quando o Barcelona ainda vencia por 2 a 0, o jovem técnico sacou Eto’o e Henry do time. Até aí tudo bem, pois ambos realmente não faziam grandes atuações: o camaronês ainda não parece ter reencontrado sua velha forma; e ainda sinto que o francês não se sente tão a vontade jogando aberto pela esquerda, embora não tenha feito uma má partida ontem. Porém, seus substitutos foram o meia Yaya Touré e o jovem meia Pedro. Isso mesmo: Guardiola deixou apenas Messi como atacante, tentando segurar o resultado ainda aos 25 minutos do segundo tempo. Como castigo, o Sporting diminuiu, o Barça perdeu terreno e correu o risco de tomar o gol de empate, embora o time português não tenha de fato levado tanto perigo à meta de Valdés. Um erro que não pode ser cometido de novo, pois poderá ser fatal contra um time mais perigoso.

Foto: www.as.com

7 comentários:

Daniel Leite disse...

A opção tática de Guardiola foi interessante. A defesa, mais sólida, pôde liberar Daniel Alves, que rende mais fazendo do que desfazendo, além de evitar a calamidade no sistema defensivo.
O erro cometido leva a uma reflexão. O Palmeiras, contra o Cruzeiro, atuou com Lenny sozinho à frente. É claro que foi mais por falta de opções do que por escolha tática. Mas deu certo. Aliás, só deu certo porque o jogo ficou, e ficaria de qualquer jeito, concentrado no ataque cruzeirense. Com mais gente atrás, o Palmeiras protegeu a defesa e organizou as jogadas. Com o Barcelona, não deu certo simplesmente porque os blaugranas formam uma equipe com vocação ofensiva e estavam num típico jogo de ataque contra defesa. Guardiola inverteu as bolas, e mostrou que ainda precisa aprender.

Até mais!

Vinicius Grissi disse...

O Barcelona está seguindo o que faz a CBF. O Guardiola é um aprendiz de treinador. Escalou bem, mas realmente mexeu muito mal e por pouco não prejudicou o time.

Net Esportes disse...

Se fosse outro adversário será que o Barça ia se dar mal por conta desse erro nas substituições ???

GiglioF1 disse...

Leandro,
Estive em Barcelona no inicio da semana , e regressando na 3f para Lisboa , vi o voo que chegava com torcedores do Sporting muito animados...pensei comigo...será que eles nao poderiam economizar esta passagem...
Abraco!!!!

Breiller disse...

O Guardiola é quase o Dunga espanhol. E olha que, dentro do campo, os dois tinham estilos parecidos de jogar. Assisti o jogo e, a única certeza em favor do Barça, é a de que o Daniel Alves foi uma grande contratação. Vai crescer muito ainda jogando naquele lado direito.

Ah, e concordo demais com você no post da Fórmula 1, Leandro: "Mas será um dos grandes pilotos da F-1 no futuro, e já mostrou que tem potencial para isso."

O Vettel é o cara! E a Toro Rosso, de fato, ainda vai tirar muito ponto das grandes escuderias da F1 daqui pouco tempo.

Paulo Maeda™ disse...

Olá Leandrus, obrigado pelo comentário no meu blog (quer dizer, ex-blog, eusouindy.blogspot.com).
Ainda tô no começo dessa vida de blogueiro e estava indo soh nos blogs sobre autos. Bem legal o seu. Se quiser ir no meu, o endereço mudou para http://blogdaformulaindy.blogspot.com
Vlw.

Leandrus disse...

Breves comentários (antes tarde do que nunca, rs):

Daniel, e falando em defesa sólida, ótima atuação do jovem Piqué, que não havia me convencido quando jogava no Man Utd.
E concordo com sua observação quanto ao Barça: o time não possui uma vocação defensiva, e isso ajudou o time a ficar perdido, pois quando chegava ao ataque não explorava todo o seu potencial. Cabe a Guardiola refletir sobre seu erro e não cometê-lo novamente.

Vinicius, também achei uma aposta arriscada. Aliás, esse é o efeito Klinsmann: depois do sucesso do jovem técnico na Copa da Alemanha, houve um certo pensamento de que ex-jogadores que possuem certa identificação com a camisa do clube/seleção podem dar certo. Daí surgiram Dunga, Donadoni, e agora Guardiola.

Netesportes, acho que o Barcelona poderia entregar o resultado sim. O Sporting não jogou bem a partida inteiro, e meio que "achou o gol". Se fosse um time de maior presença no ataque, o Barça poderia ter complicado sua vida.

Giglio, era melhor ter visto o jogo lá em Portugal mesmo, hehehe

Breiller, a atuação do Daniel Alves também me deixou com a sensação de que ele será muito importante para o time nessa temporada. E o engraçado é que acho ele um ótimo lateral direito jogando em clubes europeus, mas não o aceito na Seleção nem por decreto! Nos jogos em que o vi com a amarelinha, errou quase tudo que tentou e não lembrou em nada o que costuma ser na Europa: praticamente esqueceu seu futebol na Espanha!

Paulo, valeu pela presença e já está linkado por aqui!

Ateh!