terça-feira, 9 de setembro de 2008

Não é bem assim...

Cuca, técnico do Fluminense, reclama novamente da má sorte: dessa vez, lamentou a complicada seqüência de jogos que o time enfrentará.

Não é bem por aí. Tudo bem que o Campeonato Brasileiro é um torneio complicado, em que os clubes estão bem nivelados, ao contrário do que acontece em muitos campeonatos internacionais (leia-se europeus). Mas dos quatro jogos citados por Cuca, dois serão jogados no Maracanã (Coritiba e Goiás, times que merecem cuidados mas também possuem suas deficiências) e um no Engenhão (Botafogo), que mesmo sendo um jogo em que apenas cerca 20% dos ingressos será destinado à torcida do Flu, é um clássico estadual. O único jogo realmente fora de casa acontecerá no próximo domingo, contra o Santos. Um time que vem reagindo, mas que ainda não demonstra confiança.

Assim como o Fluminense. É disso que Cuca deveria reclamar. Depois de estrear bem no cargo, vencendo os dois primeiros jogos, seu time encarou uma seqüência de três jogos no Maracanã. E o que fez? Empatou os três. Um time que precisa se recuperar não pode dar essa sopa ao azar de jeito nenhum. Não pode tomar o gol de empate do Flamengo aos 43 do segundo tempo após perder grandes chances de matar o jogo, não pode empatar para um Sport irregular fora de casa, e não pode jogar de forma tão apática contra o Grêmio, atuando exatamente da maneira como o adversário queria: dando inúmeros chutões para a Washington e Somália perderem quase todas as disputas pelo alto.

Embora eu já tenha caído do cavalo em relação ao Fluminense (acreditava numa recuperação rápida do time, o que não ocorreu), continuo com a tese de que é um time para ficar, no mínimo, na metade da tabela. Tudo bem que Dodô e Thiago Neves foram embora. Mas o clube ainda conta com ótimos jogadores, como o já citado Washington e o excelente meia Conca. E a zaga do Fluminense é uma das melhores do Brasil: Thiago Silva e Luiz Alberto dispensam comentários e Roger, embora tenha caído de produção, ainda é um zagueiro muito seguro e batalhador. Por mais que o time conte com alguns jogadores contestados, como Fabinho, Ygor e Maurício, não creio o time deva em relação aos próximos adversários, até porque Cuca conseguiu dar uma arrumada no time, mesmo cometendo alguns deslizes nos últimos jogos.

Coritiba, Goiás e Botafogo talvez não são adversários mais fracos que Sport, Flamengo e Grêmio, mas também não são mais fortes. Essa é a grande chance do time subir na tabela, até porque o time de Cuca não é fraco e tem totais condições de vencer esses jogos. E se não conseguir agora, aí sim a tarefa ficará difícil, já que o Flu enfrentará diversos clubes fortes e “chatos” fora de casa, como Vitória, Cruzeiro, Internacional e São Paulo. Aí é que mora o perigo, pois se o Fluminense não conseguir resultados positivos em casa nos próximos jogos e for derrotado por esses times fora de casa, o nervosismo irá aumentar e o tricolor carioca correrá sérios riscos de rebaixamento.

O difícil ainda está por vir. Mas essa história de que os próximos jogos são complicados, ah, não me convence muito não...

Foto: globoesporte.globo.com

8 comentários:

Daniel Leite disse...

Acredito, Leandrus, que muitos "caíram do cavalo" em relação ao Fluminense. Inclusive eu. Entretanto, a "culpa" talvez não tenha sido nossa, mas das circunstâncias. O clube perdeu jogadores demais - para a Europa e para Pequim -, o que dificultou a tão esperada ascensão, que jamais foi concretizada.

E outra: você tem razão quando aponta estes erros de análise sobre os jogos a seguir. Se jogos em casa contra equipes medianas ou partidas fora contra clubes mal colocados forem os mais difíceis, o que será dito em relação à outra seqüência por você apontada? Vitória, Cruzeiro, Inter e São Paulo. Aí sim, o Fluminense precisará estar melhor posicionado para não correr riscos desnecessários.

Até mais!

Vinicius Grissi disse...

Tenho certeza que o Flu não cai. Mas vai tropeçar até o fim do Campeonato. Sobre a sequência, de fato é difícil, mas não há o que reclamar. Todos vão jogar contra todos na competição.

carlos pizzatto disse...

O Flu não cai.

Diego Mesquita / disse...

Cuca tem que definir. Se é cético, como sempre fora, ou não. Vale dizer: Há não muito, afirmou categoricamente que o Fluminense iria brigar para ser o vencedor do segundo turno. Tô vendo...

É tempo de eleição no Rio!

GiglioF1 disse...

Leandro,

O Flu tá complicado , mas tem camisa pra acertar a casa...Infelizmente o tempo tá ficando curto!!
Abraco!!!

Marcelonso disse...

Leandrus,

Cuca tem uma zica terrivel,onde ele encosta a coisa não anda bem.
Desse jeito não demora,ele não vai mais ter espaço na série A.
Mas mesmo com Cuca,não acredito que o Fluminense vá para a série B


abraço

Marcos Antônio Filho disse...

O Problema do Fluminense é que ainda tem a soberba que Renato Gaucho impos na equipe.Esse estigma de "vamos reagir a qualquer momento" não está dando certo,se jogar com humildade sai tranquilamente dessa situação incômoda.

Leandrus disse...

Breves comentários:

Daniel, sobre as dificuldades passadas pelo Flu, eu não culpo tanto as perdas para clubes europeus e seleção olimpíca, mas sim a inabilidade do clube na tentativa de contratar jogadores: o clube perdeu um grande tempo tentando contratar Urrutia e Dátolo e se esqueceu de preparar um plano B caso não concretizasse as contratações. Como não conseguiu...

Vinicius, tem clube com sequências de jogos muito mais difíceis e que agradeceriam aos céus se pegassem os próximos adversários do Flu em sequência...

Carlos, também acho que não cai. Mas se não melhorar logo, vai sofrer bastante nas últimas rodadas.

Diego, o Flu até vem tendo um bom desempenho no 2º turno. Se não me engano, é o 5º ou 6º. O problema foi que empatou três jogos em casa, o que é fatal numa competição como o Brasileirão. E como venho dizendo, vai sofrer se continuar tropeçando em casa, pois encarará adversários difíceis fora de casa.

Giglio, é aquilo que falei. Achava que o time estaria na metade da tabela em pouco tempo, pois tem time para isso. E precisa se recuperar logo, sem tropeçar em casa, pois como você disse, o tempo está ficando curto...

Marcelo, seria Cuca o Roberto Pupo Moreno do futebol? hehehe

Marcos Antônio, mas até que o Cuca é um cara bem humilde. Acho que o problema do time é mais psicológico; lembro que Renato Gaúcho, após a Libertadores,não conseguia levantar o astral do time de jeito nenhum. Ora bolas, porquê não contratar um psicológo?

Ateh!