domingo, 1 de junho de 2008

Hora de mudar?

Irritante é a melhor maneira de adjetivar o amistoso da seleção brasileira contra a limitadíssima seleção canadense. Após mais uma vitória sofrida (e sofrível) do Brasil por 3 a 2 em cima do Canadá, ficou ainda mais claro o quanto esses amistosos se tornam cada vez mais inúteis, coisa que só o técnico brasileiro não entende.

Afinal, as antigas deficiências do esquema montado por Dunga nunca são corrigidos. Os laterais sobem e deixam uma verdadeira avenida atrás, protegidas por Deus e mais ninguém. Talvez essa tarefa coubesse aos volantes Josué e Mineiro, mas ambos não protegem nem os laterais nem a zaga; parecem 2 baratas tontas, já que se limitam a dar toques laterais e perdem a maioria dos combates aos adversários. Júlio Baptista mostra pouca utilidade ao time titular: só Dunga ainda não descobriu isso. Luís Fabiano parece muito isolado, pois seu companheiro de ataque Robinho sai para buscar o jogo em vários momentos, deixando o atacante do Sevilla no meio dos zagueiros, sem tem muito o que fazer.

Sinceramente, se a seleção brasileira não resolve esses problemas contra a fraca seleção do Canadá, que chutou inúmeras vezes ao gol e só não saiu do Qwest Field com um melhor resultado pela baixa qualidade de seus jogadores, como ela fará frente à poderosa seleção argentina, por exemplo? Dunga fala num suposto entrosamento do time titular, mas tudo que se vê são os mesmos defeitos, visíveis desde a Copa América, que nunca são consertados. A falta de treino existe, mas o time já jogou tantas vezes juntos em amistosos que muitos desses problemas já poderiam ter sido corrigidos.

É aí que entra a questão da seleção olímpica. Dunga poderia testar vários jogadores com idade olímpica, como Lucas, Alexandre Pato, Anderson, Hernanes, Ramires, Rafinha, Marcelo; todos jogadores que serão essenciais em Pequim e que podem tranqüilamente disputar vagas na seleção principal, tamanha qualidade que possuem. Mas, para infelicidade geral da nação, exceto seus familiares e Ricardo Teixeira, ele insiste com o tal discurso do “entrosamento e importância das eliminatórias.” Será que ele já pensou que um resultado pífio nas Olimpíadas pode causar sua demissão do cargo?

E mesmo se alguns dos jogadores citados não forem testados, porquê não dar mais tempo de jogo a eternos reservas como Kléber (lateral esquerdo do Santos) e a jogadores como Adriano, Leo Moura, Richarlyson (não na lateral, mas sim no meio campo) e outros que esqueço o nome agora? Se mais de 10 jogos não são suficientes para ver a ineficiência de Josué, Gilberto Silva, Gilberto no time principal, porque míseros 30 minutos são suficientes para os outros?

A mudança de atitude de Dunga, infelizmente, não parece estar próxima. Enquanto isso, os brasileiros são obrigados a agüentar “grandes testes” contra as “poderosas” seleções do Canadá, da Argélia, de País de Gales, da Irlanda...

8 comentários:

Daniel Leite disse...

Realmente, Leandrus, uma lástima. Agüentei somente o primeiro tempo. Sincera e humildemente, Josué, Mineiro, J Baptista e Gilberto não podem atuar no time principal do Brasil. Contesto também Maicon, mas ao menos ele tem alguns bons minutos. Agora, como disse, o inaceitável é Dunga não utilizar mais freqüentemente as peças jovens, que são mais técnicas e dinâmicas que alguns dos nossos antigos jogadores.

E a vergonha se estende à CBF, que não conseguiu deixar Gilberto Silva e Anderson em condições de jogo. Eles não têm o visto para atuar nos EUA... E Eles (o pessoal da CBF) não têm visto a quantidade de bobagens que fazem a direção e a comissão técnica brasileiras. Assim, é bom abrir o olho: se perder os jogos para Paraguai e Argentina, o futuro nas Eliminatórias pode ser temeroso.

Até mais!

leo1984 disse...

Cara, eu vi apenas o primeiro tempo, acabei dormindo...
Aquele gol q o Julio Cesar tomou...foi dose
Valeu!!!

5.16 disse...

Realmente, de pouco servem os fracos amistosos.
Dunga, contra a fraquíssima seleção Canadense, tentou dar padrão ao time que entrará em campo para a disputa das eliminatórias. As olimpíadas ficaram e ficarão em segundo plano.
Não há quem faça Dunga enxergar que, mesmo com idade olímpica, muitos dos garotos tem vaga no time titular?

Blog F1 Grand Prix disse...

Bem, pelo menos essa defesa vai melhorar se o Dunga colocar o Thiago Silva como titular! Mas o time ainda precisa jogar muito mais para encarar uma Argentina nas Eliminatórias...

Grande abraço a desculpe pela ausência na última semana!

Gustavo Coelho

Carlão Azul disse...

Jogo difícil mesmo, não suportei os 2 tempos parei no 1º.

Se Dunga não rever seus conceitos estamos fritos...


Saudações Celestes
SITE/BLOG.....CRUZEIRO: O MAIOR DE MINAS
Notícias , fatos e fotos do Cruzeiro
Cruzeiro Líder e com melhor ataque e melhor defesa = 100%
ENTREM E SINTAM-SE A VONTADE

Leandrus disse...

Breves comentários:

Daniel, eu tb contesto o Maicon; porém, não gostei do Daniel Alves quando ele foi testado (e dessa vez foi mais de uma vez, rs). No caso, acho que Rafinha poderia ter mais chances na seleção principal. E quanto a CBF, a incompetência deles vai longe...

5.16, tá difícil mesmo pro Dunga entender a importância das Olimpiadas. O que me irrita mais é que não aparece ninguém na CBF para dar um puxão de orelhas no técnico: todos conformados, tá tudo certo...

Gustavo, Thiago Silva até seria uma boa, mas creio que a zaga e o gol são as unicas posições que não precisam ser mudadas, rs. Mas o zagueiro do Flu, realmente, vem melhor do que Alex e Luisão; já poderia ficar com a vaga do banco.

E quanto ao resto dos comentários, realmente pessoal, ô joguinho ruim, nem eu sei como aguentei ver o jogo...

Ateh!

SãoPauliNa-RP disse...

Opaaaaaaaaaaaaa hora de musar a defesa isso sim, defesa ruim pra cacete meu...agora no ataque não deixa o glorioso Luis Fabiano quetinho por lá ehheeee, meu ídolo hauahuhauhauhua

Beijossssssssssssss

=D

Leandrus disse...

Luis Fabiano até agora pode deixar, rs