quinta-feira, 26 de junho de 2008

Desta vez, só sobrou a sorte

Nos jogos contra São Paulo e Boca Juniors, o Fluminense teve um misto de competência e sorte, principalmente quando jogou no Maracanã, diante de sua torcida. Porém, ontem somente a sorte acompanhou o tricolor carioca na altitude de Quito; isso porque a derrota para a LDU por 4 a 2 foi pouco para o péssimo desempenho do representante brasileiro na final da Libertadores 2008 no jogo de ontem.
O primeiro tempo foi horrível, pavoroso, horripilante ou qualquer outro adjetivo que traduza a tragédia tricolor em campo inimigo. Os primeiros 15 minutos já mostravam como seria o jogo: a LDU jogava pelas pontas, principalmente com Guerrón (seu principal jogador), mas dava muitos espaços para o Fluminense, deixando grandes buracos na defesa, principalmente nas laterais (semelhantes aos deixados pelo Boca Juniors nos confrontos da semifinal). Já o Fluminense marcava muito mal e pouco aproveitava os espaços dados pelo time equatoriano. O gol prematuro da LDU, logo aos 2 minutos, numa jogada feita por Guerrón, e a incrível chance perdida por Washington, logo após o gol do time da casa, provaram o prenúncio. De diferente, só o lindo gol de falta marcado por Conca aos 11 minutos, empatando o jogo e dando esperança ao Fluminense.

Esperança essa que lentamente foi indo por água abaixo. O time equatoriano foi se recompondo do susto aos poucos, ajudado pelo fato de o time brasileiro pouco aproveitar os espaços dados pelo adversário. Aos 28 minutos começou o massacre da LDU, com o gol de Guerrón. Jairo Campos, aos 33, e Urrutia, aos 45 trataram de afundar o Fluminense, impondo ao time uma sonora goleada de 4 a 1 em pleno primeiro tempo (a bola parada foi a grande arma da LDU, já que 2 gols saíram dessa maneira). Sinceramente, não tinha visto o Flu jogar tão mal nesse ano. O forte sistema defensivo sempre armado por Renato Gaúcho ficou nas Laranjeiras: havia vários espaços no meio campo tricolor, que foram bem aproveitados pelo adversário. Arouca, Cícero e Ygor estavam totalmente perdidos, sem saber o que fazer. Júnior César, que vem jogando muito bem esse ano (talvez brigando com Juan pelo título de melhor lateral esquerdo do Brasil até o momento), dava muito espaço à Guerrón, que deitava e rolava por seu setor: por lá, foram criadas as melhores jogadas da LDU no 1º tempo. E para piorar, os homens da frente não aproveitavam a má performance defensiva da LDU e os vários passes errados dos seus jogadores. Aonde está a sorte nisso tudo?

No segundo tempo, a sorte começou a aparecer (finalmente); isso porque logo aos 6 minutos Thiago Neves diminuiu, após aproveitar escorregão de um zagueiro da LDU e cabecear quase sem marcação. O Flu certamente melhorou no 2º tempo, mas principalmente porque seu adversário visivelmente abaixou o ritmo. Mesmo assim, o Flu não conseguiu se aproveitar da má marcação da LDU e ainda teve sorte quando, aos 43 minutos, Urrutia acertou um chute na trave. Se o jogo tivesse terminado 5 a 2, a tarefa do Flu seria muito mais difícil no Maracanã.

A LDU provou que, embora perigosa, não é um bicho papão (e isso eu já tinha falado faz tempo, nos primórdios deste blog); já o Flu teve uma atuação para ser esquecida. Cabe ao tricolor carioca se concentrar nos próximos dias para não cometer os mesmos erros de ontem, que podem ser fatais na próxima quarta-feira. Ah, e claro: é preciso aproveitar os espaços deixados por Guerrón e cia.

8 comentários:

Loucos por F-1 disse...

Xará, me parece que a realidade voltou a tona. Concordo que o Flu jogou bem contra SP e Boca, mas aquilo foi sorte ao extremo. Agora quero ver a prova de fogo, quero ver se é time grande mesmo. Pra mim time que foi rebaixado 3 vezes, sendo uma delas havendo virada de mesa, e voltou para a primeira divisão convidado, não pode ganhar a libertadores. Um técnico que culpa os jogadores pela derrota e se vangloria pelas vitórias não pode ganhar nada.

Não tem nada ganho, até porque o time da LDU tem um sistema defensivo muito fraco e pode muito bem entregar no maraca esta libeta para o Flu. Mas vamos aguardar a próxima quarta.

Abraços!

Leandro Montianele

OCTETO RACING TEAM disse...

ai ai ai ... desta vez que "nem liguei" para o jogo a LDU ganhou!!! hahahaha...

Quarta-feira que vem, vou dormir mais cedo!!! hahahaha


Bjinhos,

Tati

Vinicius Grissi disse...

Ainda é possível para o Flu reverter a situação, mas de fato, poderia ser muito pior. Sorte de campeão? Não sei.

carlos pizzatto disse...

Se o gol tricolor demorar a sair no Marara, as coisas ficarão complicadas.

Daniel Leite disse...

Eu concordo com o raciocínio da sorte. Embora a LDU tenha acertado tudo no primeiro tempo, o segundo foi fantástico para o Fluminense. Isso, porque o Tricolor continuou não jogando nada. Mas conseguiu um gol crucial, e os equatorianos, embora já vagarosos, poderiam ter marcado dois gols, com Manso e Urrutia. Dá para reverter, é claro. Só não dá para jogar como em Quito.

Até mais!

Net Esportes disse...

E põe sorte contra o São Paulo........... mas se tudo der certo........ a LDU é campeã !!!!!!!!!!!!!!!!!

Leandrus disse...

Breves comentários:

Leandro, calma, que ódio no coração! Bom, realmente o Fluminense teve sorte naqueles jogos, mas o time também mereceu as vitórias, já que atuou muito bem naqueles dias. Eu acredito que o Flu vá ganhar essa Libertadores por uma certa fragilidade do adversário (sendo flamenguista, não queria falar isso, mas...). E quanto a questão da terceira divisão, isso aí dá uma grande discussão...

Tati, durma bem cedo quarta feira, não se esqueça! É pelo bem de nós, flamenguistas, rs!

Vinicius, bota pior nisso. A sorte do Flu não se esgota, rs

Carlos, o Flu precisa mesmo fazer um gol logo no começo para ter tranquilidade. E vendo retrospecto recente do time, o Flu sempre faz um gol no momento certo; cabe ao time fazer isso novamente.

Daniel, tudo que o Flu não pode fazer é jogar como jogou em Quito. Acredito que foi a pior atuação do time no ano, com todos os defeitos que já discutimos. A LDU não é um bicho papão, mas vai estar doidinha para aproveitar as brechas do adversário, como tem feito durante a competição.

Net esportes, ainda teve a sorte do primeiro jogo, quando o São Paulo perdeu pelo menos 2 grandes chances de marcar o segundo gol, num jogo em que Fernando Henrique estava muito mal. Vamos ver como o Flu irá se comportar agora...

Ateh!

Leandro Montianele disse...

Dá-lhe LDU Xará!!!!

Tá lá rapá, liberta é pra time grande e não pra quem é de terceira divisão!!

Agora quero ver eles brincarem no brasileiro, quero só ver!!!hahahaha

Saudações Rubro Negras!!

Abraço!

Leandro Montianele