terça-feira, 15 de setembro de 2009

Red Bull Racing out


Depois de acompanhar com certo temor os resultados significativos conquistados pelos pilotos da Red Bull justo no momento em que Jenson Button começava a cair de produção, Ross Brawn já pode respirar aliviado. Após os resultados do GP da Itália, ficou praticamente decidido que os pilotos da equipe dos energéticos não participarão da briga pelo título da competição, deixando a tarefa aos pilotos da Brawn GP. E o próprio dono da equipe, Dietrich Mateschitz, já jogou a toalha.

Na verdade, a prova disputada em Monza serviu apenas para concretizar algo que já vinha sendo construído desde Valência. Se foi lá que Rubens Barrichello iniciou sua recuperação no campeonato, também foi lá que os pilotos da RBR começaram a minar suas chances de se sagrarem campeões.

Depois de terminar em nono tanto em Valência quanto na Bélgica, Mark Webber viu suas chances de ser campeão praticamente irem para o espaço com o abandono na primeira volta na Itália

Desde o GP da Europa, Rubinho conquistou 22 dos 30 pontos disputados e seu companheiro, 10. Enquanto isso, Sebastian Vettel ganhou apenas 7, e Mark Webber teve um desempenho para se esquecer: não conseguiu um ponto sequer.

Ou seja: tendo que conseguir bons resultados para ainda tentar alcançar Button – algo que apenas Barrichello, de quem menos se esperava, conseguiu -, Webber e Vettel fizeram justamente o oposto. O primeiro mais parecia o piloto apagado de 2008, jogando sua regularidade no lixo, enquanto o segundo também esteve um pouco apático, além de contar com o problema da quantidade de motores a serem usados na temporada, algo que certamente o limitou na pista.

Com o alemão a 26 pontos do líder e o australiano a 28,5 e com apenas mais quatro corridas a serem disputadas, o título é algo praticamente impossível para ambos. Para conseguir tal feito, um deles teria que talvez vencer todas as provas – na situação atual, não dá para revezar no número de vitórias - e torcer para uma série incrível de erros e abandonos dos pilotos da Brawn. Algo que será muito difícil de acontecer, principalmente porque Button possui uma ainda confortável vantagem que lhe permite ser mais cauteloso nas próximas provas.

No momento, para garantir o sucesso em 2009, o melhor garantir boas performances nas próximas corridas afim de assegurar os 3 º e 4º lugares. Afinal, Kimi Raikkonen – a 11,5 de Webber e dono de quatro pódios consecutivos - vem se recuperando no campeonato e já aparece no retrovisor, pronto para colocar a Ferrari num lugar que parecia impensável no começo do campeonato.

Foto: www.motorsport.com

11 comentários:

Marcelonso disse...

Leandrus,

A equipe(leia-se o chefão) jogou a culpa nos motores,claro que contribuiram,mas some-se a isso a pouca experiencia de Vettel e a inconsistencia de Webber.

abraço

Paulo Maeda™ disse...

Pois eh, mas a dupla Vettel e Webber parecia q ia detonar tudo, pena que os defeitos que o Marcelonso disse aconteceram agora. E vamos aturar o 1B rs

Vinicius Grissi disse...

Torço muito para que o Rubinho leve o título, mesmo sabendo que será muito difícil. Pela história que ele tem e por tudo que já passou, acho até que ele merece.

Mas, hoje, é ele ou Button. Não tem outro para disputar.

Net Esportes disse...

Lamentável a decadência da Red Bull, porém em um ano que Ferrari e McLaren foram mal, Brawn surgiu do nada como a melhor e Force India teve seu momento de glórias, então acho que tudo é aceitável ....

Assim como Grissi e acredito muitos também torço pelo Barrichello para que ele seja campeão, se não o Button terá conquistado um dos títulos mais fáceis de todos, onde não fez esforço para vencer no começo e não fez esforço para se manter líder no final ....

Danilo Dias disse...

Eu chutei meio que se pretensão que a RBR ia ser a decepção de Monza... E acertei sem querer :^P.

Bruno Santos disse...

um começo razoável do time, uma ascenção e agora a queda, todas num curto espaço de tempo. A culpa está além dos pilotos, até o desenvolvimento do carro parece ter andando para trás, com a mudança mais visível no bico do carro.
Acho que a RBR fez um bom papel neste ano, até melhor que as expectativas. Uma pena que não conseguiram manter. Que despachem logo o motor Renault e pensem em 2010.

Ortodoxo e disse...

Pensava no domingo a respeito da possibilidade de o Raikkonen conseguir a terceira posição no campeonato, o que seria fantástico e embaraçoso para a Ferrari. Fantástico porque estaria acima das expectativas. Embaraçoso porque seria complicado sacar o finlandês do time em benefício de Fernando Alonso, envolvido em polêmicas recentemente.

Sobre a RBR, ela ainda tem uma função no campeonato, conforme destacou Barrichello: colocar seus carros entre o brasileiro e Button, de forma que seja possível sonhar com o primeiro título de um tupiniquim desde Ayrton!

Até mais!

Futebol Inglês: http://ortodoxoemoderno.blogspot.com

Leandrus disse...

Breves comentários:

Marcelonso, eu pensei em falar da inexperiência de Vettel, mas preferi não citar esse problema no texto pelo fato de achar que esse não foi o problema que o limitou nas últimas provas. Mas sem dúvida o atrapalhou em outras provas do campeonato, como em Monaco e na Turquia.

Vinicius, também acho que Rubens merece o título. E vai merecer mais ainda se manter esse excelente ritmo mostrado nas últimas três corridas, sabendo que precisa pilotar muito se quer tirar uma diferença ainda considerável para Button.

Netesportes, não seja tão cruel com Button, rs. Acredito que o fato de ter ganho seis provas nas sete primeiras sem mostrar tanta genialidade deu a impressão de que tudo foi muito fácil, mas não podemos nos esquecer que o inglês manteve uma tocada quase que sem erros nessas provas iniciais, correspondendo na pista para que sua estratégia dessa certo - algo que Rubinho nem sempre fez no começo do ano mas vem fazendo com louvor ultimamente.

Bruno, com certeza a RBR superou as expectativas nesse ano, ninguém esperava um rendimento tão bom da equipe nesse ano. Vamos ver se vão manter o mesmo desempenho em 2010.

Daniel (acho que é vc, né? rs), venho pensando o mesmo sobre Kimi Raikkonen. Seu desempenho vem sendo tão satisfatório nas últimas corridas que fica dificil falar em demitir o finlandês e querer aposentá-lo tão cedo da F-1. Taí um pepino para a Ferrari, rs

E muito interessante isso que você disse sobre a RBR tb. Seria mais ou menos a mesma coisa que Alonso e até mesmo Vettel e os pilotos da BMW fizeram ano passado, tirando alguns pontinhos preciosos de Hamilton e Massa no fim do campeonato (principalmente o espanhol, que teve uma sequência impressionante de resultados positivos no final do campeonato - com a ajuda de Nelsinho ou não)

Ateh!

Daniel Leite disse...

Sim, eu comentei acima, haha. Não percebi que estava conectado à conta do blog no Gmail. Por isso, o comentário ficou tão "impessoal", rs.

Até mais!

Felipão disse...

Leandrus...

Legal que vc fala de futebol e f1...

justamente minhas paixões....

sou o Felipe lá do blogsport, estávamos na mesma conversa do msn, inclusive...

ja add lá no meu blog

Abraços

Felipe

Leandrus disse...

Valeu pela visita Felipe! Logo vou retribuir a gentileza!

Ateh!