quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Considerações sobre Badoer, a F-1 e Fisichella


E vimos mais uma troca de pilotos no meio de uma temporada. Para quem quase não viu nenhuma nos últimos dois anos, ver três em 2009 é quase um espanto. Depois de Sebastian Bourdais e Nelsinho Piquet, foi a vez de Luca Badoer ser gentilmente convidado a se retirar de um dos 20 assentos disponíveis na F-1.

Eu defendi o italiano substituto de Felipe Massa, tanto no meu quanto em outros blogs. Sempre achei que Badoer estava sendo prejudicado pelo fato de não participar de uma prova oficial há 10 anos e de praticamente não conhecer o carro desse ano, por causa da proibição dos testes decretada em 2009. Mas reconheço que, ainda assim, o desempenho ex-piloto da Minardi e da Forti Corse era pífio. E infelizmente a F-1 não espera um piloto finalmente chegar ao seu potencial.

Talvez a Ferrari pudesse ter mais paciência com ele, já que sabia das suas dificuldades. Mas pelo fato de querer e muito uma posição boa no Mundial de Construtores e não gostar da ideia de perder mais pontos esperando seu segundo piloto finalmente pegar no tranco...

Aliás, que forma triste essa do italiano provavelmente se despedir da F-1. Era lembrado como o coitado que havia chorado após sua Minardi o deixar na mão quando estava num belo 4º lugar em Nurburgring em 1999. Agora virou chacota por fazer uma Ferrari parecer aquela Minardi. Deve estar querendo matar Barrichello e Massa por isso (não levem isso a sério!).

Mas o pífio desempenho de Badoer deixa o aviso: a proibição de testes é extremamente prejudicial à F-1. Pilotos de testes e aspirantes a uma vaga na categoria ficam completamente enferrujados ou defasados em relação aos demais, tendo se desdobrar ainda mais para se adaptar aos carros da categoria numa época em que é cada vez mais difícil tirar a diferença “no braço”. Fica dado o recado e a esperança de que arranjem outra maneira de reduzir os custos da no circo da F-1.

E por último, foi anunciado que Giancarlo Fisichella será o substituto de Badoer na Ferrari. Legal para ele. Ele é um bom piloto e sua atuação na Bélgica mostrou que ainda pode render bem com um bom carro em mãos; para tapar a lacuna deixada por Massa, é uma opção bem melhor do que Badoer, até porque está na ativa e acostumado com o ritmo de corrida.

Olha a alegria do garoto, parece até eu quando realizei meu sonho de ter um Nintendo 64

Só tenho a impressão de que seu desempenho na última corrida pesou e muito na decisão da Ferrari. E a sua carreira mostrou que ele não esse espetáculo todo de piloto; para mim, foi um lampejo de um bom piloto que está longe de ter status de top. Portanto, não espero grandes performances dele nas próximas corridas. Até porque, é bom lembrar, não conhece o carro da Ferrari.

Mas não deixa de ser curioso ver como sua vida mudou em menos de uma semana: deixou de ser um piloto quase condenado a aposentadoria e sem marcar pontos na nanica Force India, para cravar a primeira pole, os primeiros pontos e o primeiro pódio da equipe e ainda realizar o sonho de sua vida, que é dirigir uma Ferrari.

Agora, só uma coisa. Fisichella disse uma vez que dirigiria até de graça pela equipe de Maranello. Será que Luca de Montezemolo vai exercer o direito dele e não vai pagar Fisico pelos serviços prestados?

Foto: globoesporte.com

5 comentários:

Vinicius Grissi disse...

Realmente um salto incrível na carreira no período de uma semana. Gosto do Fisichela. É bom piloto, apesar de nada extraordinário. Vai quebrar um galho até o fim do ano e com certeza não vai dar o vexame do Badoer.

Paulo Maeda™ disse...

É ele num eh extraordinário, eh apenas um piloto "correto". Boa sorte pro Físico na Ferrari.

Willian disse...

Essas trocas são uma prévia do que está por vir. Haverá muitas mudanças no grid para 2010!

F-1 A.L.C. disse...

o que o caso de Badoer denúncia é que está se poupando no aspecto errado: prohibir os testes foi um erro maior, e pode a medio prazo diminuir a qualidade da pilotagem na F1

Loucos por F-1 disse...

Fisichella terá uma grande chance a bordo da Ferrari. Ele pode não ser um piloto espetacular, mas está melhor preparado que Badoer. Ele poderá encerrar sua carreira por cima, caso faça tudo direito.

Abraço!

Leandro Montianele