domingo, 6 de setembro de 2009

Conclusões sobre o clássico entre Argentina e Brasil


Enquanto o craque brasileiro Kaká brilhou ontem, o argentino Messi sucumbiu à forte marcação adversária. Também, querendo uma bola só para ele...

As principais jogadas da seleção brasileira sempre foram bem claras: o contra-ataque e a bola parada. Virtudes que ficaram ainda mais claras na Copa das Confederações, transmitidas para todo o mundo. Talvez só Maradona não percebeu isso, o que resultou na derrota da Argentina para a Seleção por 3 a 1 em pleno solo argentino.

É só observar como saíram os três gols que calaram grande parte do lotado Gigante de Arroyito. Os dois primeiros saíram através da bola parada. Aliás, o primeiro gol saiu por causa de uma falha imperdoável da equipe adversária. Dunga reclamou que sua equipe nunca recebe os devidos méritos, mas o gol de Luisão saiu porque o camisa 4 apareceu livre na área enquanto um argentino se preocupava com um brasileiro que já era marcado por um companheiro seu. Uma falha grotesca, que deveria ter sido evitada após os treinos necessários para neutralizar essa importante arma da seleção canarinho.

Já o terceiro gol saiu num contra-ataque em que Kaká acertou um belíssimo passe para Luis Fabiano marcar um bonito gol e fechar o caixão. Jogada que até o momento a equipe de Dunga não acertava, ora por preciosismo, ora por um erro no final da jogada, e ora pelas várias faltas que Mascherano fez no camisa 10 da Seleção para que ele não desse continuidade à jogada. Se tivesse sido acertada antes, já tinha argentino deixando o estádio no começo do segundo tempo.

Não há mais dúvidas: Luis Fabiano é definitivamente o camisa 9 da Seleção e ponto final. Sempre corresponde nos principais jogos e mostra que Ronaldo e Adriano no momento têm que jogar muito para roubar a vaga do Fabuloso

É claro que isso mostra que as principais jogadas brasileiras já estão estabelecidas. Cabe a Dunga somente aprimorá-las para que não sejam surpreendidos por uma equipe que estude bem a maneira do Brasil jogar e neutralize suas principais armas ofensivas.

Mas, da mesma maneira, é uma amostra de como a Argentina vive um péssimo momento. Sabia como seu adversário jogava e não fez nada para para-lo. Além disso, teve uma partida sofrível: desarrumado na defesa, errando no ataque e sem muitas jogadas definidas, foi presa fácil para a equipe brasileira. Só não sofreu mais porque do outro lado faltou mais eficiência na saída de bola e, embora no geral o Brasil tenha feito uma boa partida, faltou uma participação mais ativa de nomes importantes como Robinho e Felipe Melo – embora este tivesse ocupações mais defensivas ontem.

A pífia atuação da equipe argentina e a passividade diante das principais armas brasileiras provou que Maradona está tão perdido quanto a equipe que comanda. Ainda não mostrou a que veio, não impressionou na escolha dos jogadores e não deu padrão algum aos “hermanos”. Essa justíssima derrota, em casa e que deixa a Argentina numa situação muito difícil nas Eliminatórias, só veio para comprovar isso. Vamos ver como El Pibe de Oro preparará sua equipe para o confronto fora de casa contra o Paraguai, pois certamente seus jogadores estão destruídos mentalmente depois de um resultado tão decepcionante.

Enquanto isso, Dunga está tranquilo. Colhe cada vez mais resultados expressivos, vê os jogadores em quem confia se afirmarem e já está classificado para a Copa do Mundo com muita antecedência. Méritos a ele que formou uma equipe que, se não é brilhante, tem como trunfo ser um “time de operários”, sem muitos talentos individuais mas de muita entrega e eficiência.

Estando no caminho certo e com a tranqüilidade da vaga para a África do Sul assegurada, resta ao carrancudo treinador se dar ao luxo de se preocupar em procurar os defeitos de sua equipe e consertá-los, assim como aprimorar suas virtudes, para chegar em solo africano tinindo. Algo que El Diez está muito longe de fazer: nem time direito ele tem...

Foto: www.cbf.com.br

10 comentários:

Saulo disse...

O Brasil calou a boca do cheirador Maradona. Todo o time jogou bem de mais e não caiu na conversa deles.

Parabéns para a Seleção Brasileira que já está na Copa.

Paulo Maeda™ disse...

Ontem o Brasil jogou demais, jogou como o Brasil sempre deveria jogar. Pelo jogo de ontem o Dunga merece os parabéns, mas eu espero que o time continue sempre jogando assim e não apenas pq "foi contra a Argentina"...

Leandrus disse...

Saulo, cuidado com o vocabulário! Vai que o google me manda uma reclamação por causa disso! hehehe

Marcelonso disse...

Leandrus,


Essa nossa seleção é surpreendente,o time vem numa ascendente fabulosa.
Tempos atrás era "Adeus Dunga",hoje é um dos favorito ao titulo.

Como disse Kaká a equipe foi muito inteligente,soube jogar como os times argentinos em final de libertadores no Brasil.

Provaram do proprio veneno!!!

abraço

Alex Alvarez disse...

A seleção brasileira ainda pode melhorar em alguns pontos, mas ainda assim é a melhor do mundo neste momento. O Brasil jogou com inteligência e organização, e teve muita pegada, algo imprescindível para segurar um time argentino.

Se Dunga fizer as modificações corretas, o Brasil vai ser campeão do mundo no ano que vem. Diego no lugar de Robinho, Fábio Aurélio no lugar de André Santos e qualquer outro volante no lugar de Gilberto Silva. Amém.

Ah, e retribuindo a gracinha que loser manos fizeram no Mineirão: FICA MARADONA!!!

André Augusto disse...

O Maradona armou uma defesa lenta e baixa, dae o Brasil fez a festa. E Maradona não é técnico. É entusiasta, torcedor e falastrão. Jogou muito, mas de comando, não manda nada.

O Brasil parece no caminho certo e com o pé no chão, diferente de 2006. Só que ainda acho que o Brasil precisa melhorar o repertória de algumas jogadas....principalmente pq o com o Robinho, o Brasil vem entrando com 10 jogadores.

Loucos por F-1 disse...

Xará, nunca fui fã do trabalho de Dunga frente a Seleção Brasileira, isso é fato. Mas tenho que dar o braço a torcer, pois o treinador montou um time consistente e forte. Venceu a Argentina com méritos e de forma inteligente.

Acredito que a participação de Jorginho também tem sido fundamental para o sucesso da seleção canarinho. Parece que a dupla tem dado certo.

Maradona está mais perdido que cego em tiroteio. Vejo ele como um verdadeiro panaleiro. Entrar com apenas um volante marcador é pedir para tomar do Brasil.

Abraço!

Leandro Montianele

Marcos Antônio Filho disse...

O Dunga está bem,mas ainda acho que a seleção brasileira não sabe furar retranca. Vai pegar um time que joga em ferrolho e ficar zero a zero. Mas não time melhor no contra ataque que o Brasil,por isso tão bons resultados com seleções que jogam de igual pra igual.

e chupa Argentina!!!!

Net Esportes disse...

O Dunga está impressionando cada vez mais .... e se fizerem aquele trabalho contra o 'oba-oba' que houve da outra vez o Brasil dispara como favorito na Copa ....

Concordo que Luís Fabiano é definitivamente o camisa 9 titular absoluto, achei um absurdo a Globo colocar (depois que ele já tinha feito 2 gols contra aArgentina na casa do aversário) a pergunta do internauta: "o Ronaldo tem lugar nesse time?" poxa, é brincadeira esse Globo ........

Wilson Hebert disse...

Luis Fabiano não está apenas bem, como já está começando a ganhar a aceitação da galera.

Cada vez vejo mais gente afirmando que ele tem que ser o camisa 9 da seleção. E eu concordo plenamente.

Ronaldo, na minha opinião, nao joga mais pela seleção.

**FUTEBOL RECORDAÇÃO
http://pitacosdobodaum.blogspot.com

Abração, Leandrus!