domingo, 12 de abril de 2009

Semifinais do Campeonato Carioca

Maicossuel foi o nome da partida entre Vasco e Botafogo: marcou dois gols e liderou seu time na goleada por 4 a 0 em cima do rival. O placar seria mais elástico se Tiago não fizesse boas defesas na segunda etapa

Um belo balde de água fria - Isso sintetiza muito bem o efeito da impiedosa goleada do Botafogo em cima do Vasco por 4 a 0 no sábado. A equipe cruzmaltina, que conquistou todos os pontos possíveis na Taça Rio, jogou mal justamente no partida em que erros eram imperdoáveis; já o alvinegro carioca teve uma atuação de gala no momento certo.

O Vasco sofreu dois grandes baques que foram fundamentais para a construção do largo placar. O primeiro foi aos 18 minutos do primeiro tempo, quando Maicossuel fez bela jogada e marcou lindo gol. A desvantagem no placar desestabilizou a equipe de Dorival Júnior, que partia para o ataque desordenadamente e deixava sua defesa totalmente exposta. Carlos Alberto era anulado por Leandro Guerreiro e deixava sua equipe com poucas opções na armação de jogadas. Sair da primeira etapa apenas um gol atrás no placar já seria lucro para os vascaínos, mas Thiaguinho, após falha do sistema defensivo vascaíno, tratou de dificultar mais ainda a tarefa dos rivais.

O Vasco voltou muito bem para a segundo etapa, e logo de cara perdeu duas grandes chances. Parecia muito próximo do primeiro gol quando Leonardo, que não substituiu Fernando a altura (quem diria que o ex-rubro-negro faria tanta falta um dia...), foi expulso aos 9 minutos. Isso atordoou novamente a equipe de São Januário, que em pouco tempo já estava sendo goleada após os gols do jovem e ofensivo Gabriel (boa promessa se manter a cabeça no lugar) e novamente Maicossuel. E ainda poderia ter marcado mais vezes, não fosse as intervenções de Tiago e o desperdício dos seus atacantes. Os atacantes estavam bem, mas seus pés não estavam calibrados...

O Botafogo não possui uma grande equipe; na verdade, ainda precisa de reforços, as vezes parece carecer de talento, pelo grande número de volantes, e depende demais de Maicossuel, Victor Simões e Reinaldo. Mas os três vêm atuando em alto nível (principalmente o meia) e o time como um todo é muito determinado e bem postado em campo. Não foi tão bem na Taça Rio, mas atuou impecavelmente ontem e merece estar na final. Já o derrotado não pode abaixar a cabeça: todo o trabalho feito até agora não pode ser jogado fora; afinal, a evolução mostrada durante o campeonato foi impressionante. Mas Dorival e os jogadores devem encontrar uma maneira de entender porque as coisas não funcionaram justo ontem, num momento decisivo para a equipe.

Os jogadores do Flamengo comemoram o solitário gol de Juan que deu a vitória ao rubro-negro carioca. O Fluminense não teve boa atuação e a derrota foi justa: Conca, o camisa 11 da foto, foi um dos que estiveram apagados no jogo

“Na única chance que o Flamengo teve foi feliz e acabou vencendo o jogo.” - A frase de Thiago Neves, dita logo após o termino do Fla x Flu, não reflete o que foi o jogo. O time da Gávea dominou maior parte da partida e a vitória por 1 a 0 foi até magra em vista do que o Maracanã presenciou na tarde de hoje.

O Flamengo esteve melhor durante a partida e só foi incomodado em contra-ataques ou nos momentos em que acuou, mais precisamente após o gol de Juan, depois de falha de Fernando Henrique, e no começo e no final da segunda etapa; mesmo assim, não foi eficiente. De resto, predomínio da equipe de Cuca, que chegava tanto pelo meio quanto pelas laterais (fazendo com o que a equipe das Laranjeiras apelasse para as faltas) e se defendia muito bem quando o rival ia ao ataque: Fábio Luciano foi o destaque da defesa, que conseguiu anular o matador Fred, assim como Thiago Neves foi bem marcado por Willians. Já Diego não deixou o fantasma do Fla x Flu do ano passado lhe assustar e fez partida segura, fazendo boas intervenções e só pecando na reposição de bola. Novamente substituiu bem Bruno e teve seu nome merecidamente gritado pela torcida no final do jogo.

A previsão do presidente do Fluminense Roberto Horcades não se confirmou e o Flamengo não tremeu na decisão. Mas deixou seus torcedores tremendo de medo de ver a máxima do “quem não faz leva” dar o ar da sua graça no clássico. O Flamengo perdeu inúmeras claras chances de gols durante a partida, tanto no primeiro quanto no segundo tempo. Foram tantas que fica difícil apontar as principais, mas acho que fico com uma ocorrida na primeira etapa, quando num mesmo lance Léo Moura e Josiel perderam chances incríveis. Fernando Henrique teve sua parcela de culpa, ao fazer grandes defesas, mas também houve certa displicência do ataque rubro-negro. Por isso, embora os jogadores de ataque tenham feito boa partida, fica difícil destacar um ou outro nome aqui.

O Fluminense novamente armou uma excelente equipe e não obteve sucesso no Carioca. Nesse jogo, por exemplo, grandes nomes como Thiago Neves, Conca e Fred não estiveram inspirados e cederem à boa marcação feita pelo Fla. Resta agora trabalhar para fazer um papel decente na Copa do Brasil, que salvou o 1º semestre do Flu em 2007, e no Brasileirão. Já o Flamengo sai fortalecido da disputa, pois chegou na semifinal como azarão, já que não vinha tendo boas atuações até então. Se atuar como hoje pode forçar uma nova decisão contra o Botafogo, mas precisa calibrar o pé, pois os gols perdidos podem fazer falta.

Fotos: www.lancenet.com.br

6 comentários:

Thiago Madureira disse...

O Vasco, mesmo melhorando bastante do ano passado até agora, ainda tem um time muito frágil e com poucos nomes que possam desequilibrar uma partida, além de Carlos Alberto não vejo ninguém. Mas para a série B esse time é considerado bom.

O Flamengo deu um banho no Fluminense, pelo menos foi o que eu vi nos melhores momentos. Eu achei interessante você falar que o Fabio Luciano conseguiu parar o Fred. Um zagueiro em final de carreira conseguiu marcar, e bem, um dos favoritos a vaga para seleção. Isso mostra a decadência que o Fred está vivendo na sua carreira.

ABRAÇOS...

Octeto Racing Team disse...

No mínimo "sem noção" esta declaração do Thiago Neves!! O Flamengo poderia ter goleado se estivesse com uma pontaria melhor !!! hehehe

E este foi um ótimo cala boca para o Sr.Roberto Horcades !!! hahahahaha

Bjinhoss do Octeto, Tati

Daniel Leite disse...

Eram no Rio dois times trabalhadores (Vasco e Botafogo), um em decadência (Flamengo) e um estrelar, mas que, de fato, jamais foi um time (Fluminense). Por estas características, confesso que esperava equilíbrio nestas semifinais, o que não aconteceu. O Botafogo aproveitou as lacunas que o Vasco abriu, e Maicosuel, agora com a confiança do treinador, inexistente por Cruzeiro e Palmeiras, está arrebentando.

Quanto ao Flamengo, lendo e ouvindo daqui e dali, chego à conclusão de que o rubro-negro está invertendo a "curva" descendente. Agora, Cuca parece ter acertado o time (e o clube, acertado parte dos salários - correto?). O Flu, por sua vez, mais pareceu - também pelo que li e ouvi (não acompanhei o jogo) - a Seleção Brasileira de 2006. O treinador é o mesmo, e a incompatibilidade entre as estrelas, também. Acho que Parreira ainda vai acertar os ponteiros, mas está claro que falta muito.

Até mais!

Marcel Jabbour disse...

A derrota do Vasco, pelo placar elástico, me surpreendeu.

Estou ansioso pelo duelo Cuca x Botafogo!

Novo Papo Dilouco na área!

Abração, Leandro

diletra.blogspot.com

Marcos Antônio Filho disse...

Realmente,o botafogo hoje é o trio maiconsuel,Reinaldo, victor Simões. E Quero ver como o cuyca fará para ará-los já que eles estão em grande fase.

Leandrus disse...

Breves comentários:

Thiago, o problema é que o forte do Vasco é o conjunto, e não o individual. O único jogador que se destaca nessa categoria é Carlos Alberto, que no momento não chega a desequilibrar uma partida, principalmente os clássicos. Como o conjunto do Vasco não prevaleceu no jogo contra o Botafogo, deu no que deu. Mas como disse, é uma boa equipe para a Série B.

Daniel, tenho minhas dúvidas quanto ao acerto do Flamengo; tudo bem que a equipe fez uma bela partida contra o Flu, mas acho que ainda não se acertou definitivamente. Cuca ainda está tentando achar a melhor maneira de fazer o Fla jogar bem. E quanto aos salários, aconteceu o de sempre: o clube conseguiu acertar uma parte deles mas já já a situação caótica voltará.

Marcos Antônio, se a defesa do Fla atuar contra o alvinegro tão bem quanto jogou contra o Flu, o Botafogo corre sério risco de ver seu ataque anulado: Airton, Willians e FL ou Angelim podem parar o trio botafoguense e aí este terá sérios problemas para chegar ao ataque, pois depende muito deles. Mas também temos que saber qual Flamengo entrará em campo: aquele que tropeçou em alguns momentos desse ano ou que atuou muito bem no último domingo.

Ateh!