segunda-feira, 16 de março de 2009

Pós jogo: Man Utd x Liverpool

O jogo entre Manchester United e Liverpool mostrou que há sim maneiras de se parar os comandados de Sir Alex Ferguson, num momento em que quase se considerava os Red Devils invencíveis.

Disciplinado, tentando priorizar a posse de bola, marcando muito bem (mesmo tendo recuado demais em momentos do segundo tempo) e aproveitando com perfeição as falhas dos rivais, o Liverpool não só venceu como goleou o Manchester United em pleno Old Trafford por 4 a 1. Uma verdadeira aula de como se deve encarar o atual bicho papão europeu, principalmente no que diz respeito a aproveitar as brechas dadas.

Com essa vitória e com o bom retrospecto recente do time da terra dos Beatles, pode-se até mesmo considerar o Liverpool, assim como o Barcelona, a equipe que pode parar o Man Utd na tentativa de conquistar todos os torneios que disputou nessa temporada (já venceu o Mundial de Clubes, a Copa da Liga, é líder da Premier League e é um dos favoritos, se não o, aos títulos da Liga dos Campeões e da Copa da Inglaterra). Taxado como um time “copeiro”, graças a especialidade de Rafa Benitez em competições de mata-mata, Gerrard, Torres e cia podem surpreender num eventual encontro na UCL, assim como o Barcelona, contando com seu poderoso trio de ataque e o suporte do ofensivo Daniel Alves e dos ótimos meias Xavi e Iniesta, podem fazer frente aos Red Devils. Porém, os Reds também possuem seus defeitos, e por vez ou outra tropeçar diante de adversários de menor expressão podem não alcançar o Manchester United no topo da classificação do Campeonato Inglês.

E não deverá ser uma derrota, por mais pesada que tenha sido, que acabará com as pretensões do Manchester United. Embora o Liverpool tenha atuado muito bem, é verdade que o Manchester esteve num dia atípico, com a defesa tendo uma atuação horrorosa, com destaque para a pavorosa atuação de Vidic (que participou diretamente de dois gols do adversário) e o ataque, diante de uma defesa forte, sem conseguir produzir muito. Enfim, um dia para ser esquecido

Mesmo com seu futebol pragmático mas eficiente, a equipe de Ferguson vem fazendo uma temporada espetacular: por exemplo, vinha de 11 vitórias seguidas na Premier League, ainda possuem a melhor defesa do torneio, junto com Chelsea (ambas sofreram apenas 16 gols) e não perdia há 4 meses, o que é uma marca muito expressiva. É um time que possui um excelente goleiro, uma defesa segura, um ataque muito produtivo e um elenco que dá a seu técnico inúmeras formas de escalar a time. Se a diferença para Liverpool e Chelsea no Campeonato Inglês caiu de 7 para 4 pontos, o atual líder do torneio ainda possui um jogo a menos em relação aos demais. Do mesmo jeito que a derrota é um alerta para os próximos jogos, não retira do clube a condição de favorito para os campeonatos que disputa, por tudo já feito até agora.

8 comentários:

Paulo Maeda™ disse...

pude ver ontem pelo EI+ esse jogo, e realmente foi uma verdadeira aula que o time do Liverpool deu. Mas fica a sensação de que se não fosse as incríveis falhas da zaga, o jogo terminaria empatado (com um gol de pênalti que não existiu pro Manchester...

Vinicius Grissi disse...

O Manchester será campeão com sobras.

Apesar da vitória sensacional, sem querer desmerecer, o Liverpool deu um pouco de "sorte". Deu tudo certo para o time. Principalmente porque tem um jogador fantástico na equipe: Fernando Torres. Mesmo sozinho no ataque, ele resolveu o jogo.

Net Esportes disse...

Ficou sinistra a situação do Manchester United, infelizmente não vi o jogo ..... o Torres ta jogando muito bem mas ainda to acreditando nos Red Devils !!!

deu pena do van der sar, depois de ficar tanto tempo sem tomar gols ... leva 4 no mesmo jogo é osso !!!!!!

Marcel Jabbour disse...

A zaga vacilou, mas o ataque do Liverpool não tem nada com isso. Vitória histórica e merecidíssima!

Abraços

diletra.blogspot.com

Wilson Hebert disse...

Só assim para darem a devida atenção ao Liverpool que tem um excelente atacante como bem foi destacado pelos amigos acima. Fernando Torres, desde que atuava na Espanha, ja demonstrava ser um eximio fazedor de gols.

Mas não diminuo em nada a crença que tenho de que o Man Utd é o melhor time da Europa e até do mundo, no momento.

Leandrus, se puder, me add no msn
whrockfla@hotmail.com

Abs!

Breiller disse...

Um jogaço mesmo, Leandro. O Liverpool teve uma semana de gala: 4 a 0 no Real, 4 a 1 no Manchester. Se conseguir manter a mesma velocidade de jogo na UCL, tem chances bater os Red Devils de novo. No Campeonato Inglês, acho difícil.

Mas bem que o Vidic, seu "homenageado" da semana, deu uma bela mãozinha, né? Haha!

Abraço!

Marcel Jabbour disse...

Aí, Leandro! Tem Papo Dilouco novo na área!

Abraços

diletra.blogspot.com

Loucos por F-1 disse...

O Liverpool destruiu o Manchester meu xará. Foi um baile dos Reds no Teatro dos Sonhos.

Hoje, entre os ingleses, a equipe de Rafa Benítez vive melhor momento. Confio muito mais num título do Liverpool na Champions League do que na Liga Inglesa. Em termos de reposição de peças o time do Ferguson é melhor, por isso eles se viram bem numa competição tão longa.

Acho difícil o Manchester perder o campeonato inglês, já a UCL é outra história. O copeiro está aí.

Abraços!

Leandro Montianele