domingo, 8 de março de 2009

Basta querer

Parecia até um sonho. O primeiro gol de Ronaldo com a camisa do Corinthians, logo na sua segunda partida pelo clube, foi feito em cima do Palmeiras, aos 47 minutos do segundo tempo, e ainda salvou seu time de sua primeira derrota no Campeonato Paulista. Além disso, foi feito de cabeça, considerado seu ponto fraco pelo próprio atacante. Se não era sonho, era no mínimo digno de final de filme de Hollywood.

Confesso que não sou um dos maiores fãs de Ronaldo. Tenho muito mais a imagem do atacante que quis ganhar com o nome que tinha a vaga de titular no Real Madrid nos seus últimos anos no clube espanhol e daquele que, fora de forma, não se preparou corretamente para a Copa do Mundo de 2006. Perdi parte do respeito que tinha por ele depois disso.

Mas mesmo assim o acho um jogador diferenciado, ainda mais por tudo que fez na carreira; quando quiser jogar e estiver no melhor da sua forma física, poderá dar muito trabalho. E acredito que isso já pôde ser visto no jogo contra o Palmeiras. Mesmo jogando apenas durante 30 minutos, estando visivelmente longe da melhor forma física e tocando pouco na bola, foi responsável por três lances de destaque: deu um belo chute de fora da área que foi parar no travessão, criou uma boa jogada e fez um cruzamento que resultou num escanteio para sua equipe e no final do jogo deixou sua marca.

Ainda acho cedo para dizer frases do tipo “Ele voltou”; ainda precisa recuperar a velha forma, não aguenta jogar 90 minutos e definitivamente não está pronto para ser titular, por mais que Souza tenha um desempenho ruim no ataque. É preciso ter paciência e esperar pela recuperação total do atacante. Porém, momentos como os vividos na tarde de hoje certamente dão esperanças de sucesso para o duas vezes campeão do mundo esse ano; talvez não terá mais aquela velocidade de outras épocas (que em parte até já se perdeu), mas terá o mesmo talento e poder de finalização à sua disposição. Em 2002, já deu provas de que pode se recuperar de situações totalmente adversas. Se continuar se esforçando nos treinos, entrar em forma e finalmente cuidar corretamente do seu corpo (o que fez poucas vezes), Ronaldo poderá voltar aos velhos tempos e ser chamado de “Fenômeno”. Basta querer.

Pelo amor de Deus, Ronaldo, da próxima vez, cuidado com o alambrado...

Foto: www.lancenet.com.br

8 comentários:

Breiller disse...

Eu sempre fui fã do Ronaldo. Desde 94, passando por 98 - em que ele jogou muito, poderia ter sido, talvez, o melhor da Copa se não fosse o incidente da final -, 2002 - não precisa nem comentar - e 2006, que mesmo tendo jogado uma Copa como quem joga um torneio amador, não se omitiu e deu a cara a tapa após o fracasso.

Também acredito que o Ronaldo seja capaz de voltar aos velhos tempos, Leandro. Numa entrevista na saída do jogo de hoje, ele disse que "é a cara do povo brasileiro: erra, acerta, tem altos e baixos e, principalmente, é tão humano quanto qualquer um". É bacana ver ele falando assim, se mostrando contente em voltar ao Brasil e jogar pelo Corinthians. Esse é o primeiro passo para ele se reerguer.

Net Esportes disse...

Vc confessa que não era fã e eu confesso que era, aos poucos fui deixando de ser pelos 'causos' da vida pessoal... e agora definitivamente por causa de onde escolheu jogar..... antes fosse o seu flamengo.......

PS. cara, esse torneio de veterano de tênis que vai ter aí no RJ se eu não me angano vai contar com Fernando Meligeni e John McEnroe, se eles se enfrentaram será um confronto sensacional.... queria eu ter a oportunidade de ver !!!!!!!! t+

Wilson Hebert disse...

Pois é Leandro... Tambem não sou dos maiores fãs do Ronaldo. Mas não consegui nao me emocionar com o gol dele.

Tambem acho muito pouco provavel que ele volta a ser o que ja foi. Mas por outro lado, não é impossível que ele seja, por exemplo, o maior atacante em atividade no Brasil. Até porque, para tal, não precisa muito. Sem contar que é um entretenimento a mais para o nosso futebol midiaticamente modesto após a aposentadoria do Romário.

Abs!

Vinicius Grissi disse...

Ronaldo é rei. Um jogador diferenciado. Com uma perna só e 100 kgs acima do peso, tem bola para ser craque no Brasil.

Sorte do Corinthians conseguir um jogador deste porte para seu elenco...

Marcel Jabbour disse...

Sou fã do cara. Não pelo "exemplo de dedicação e blá blá blá".

E sim pq ele joga muita bola! Mesmo assim é humilde (basta ver o quanto é querido), não tem medo de errar e tem verdadeiro amor pelo futebol. Um cara com a grana dele não teria mais nada pra provar. Não tem necessidade nenhuma de sujeitar a um tratamento de mais de um ano, sacrificante, pra jogar em um clube brasileiro (seja Corinthians, Flamengo, são Paulo Cruzeiro).

Gordo e sem ritmo de jogo, dá uma arrancada e deixa os zagueiros pra trás. Ele é fenômeno!

Abraços

diletra.blogspot.com

Leandro Montianele disse...

Desde a época de Real Madrid Ronaldo vem atuando acima do peso. As vezes parece um desleixo da parte dele quanto sua carreira profissional. Um jogador tem que estar a todo tempo aprimorando a parte física e principalmente se cuidando. Mas de qualquer forma foi um grande momento para o futebol esse gol dele.

Abraços!

Marcos Antônio Filho disse...

Já fui fã dele, e deixei de ser pelo os mesmos motivos que vc. Mas ele merece toda a glória por fazer um gol quase mágico. Espero que ele volte a ser o jogador de sempre. E Mais magro de preferência,pois os alambrados brasileiros vão ter que ser reforçados!rsrsrs

Daniel Leite disse...

Basta querer e (acrescento) ter um pouco de sorte com as lesões musculares, que tanto o incomodaram nos tempos de Milan. Ronaldo, com um IMC descabido e em meia-hora, fez, faz e sempre fará muito mais que Souza. Ainda duvido que seja um atleta para todos os jogos. Mas vai ser imprescindível às pretensões do Corinthians. Principalmente se considerarmos que seus adversários adoram estender o tapete vermelho para ele passar.

Até mais!