sexta-feira, 24 de outubro de 2008

É preciso manter o ritmo

Na 31ª rodada do Campeonato Brasileiro, Vasco e Flamengo fizeram talvez suas melhores atuações na competição. Enquanto o primeiro venceu o Goiás fora de casa por 4 a 2, o segundo derrotou o Coritiba no Maracanã pelo placar de 5 a 0.

Havia dito aqui na segunda-feira que o Vasco já mostrava uma certa melhora e que se jogasse com a disposição que mostrou no clássico contra o Fla poderia sair da situação difícil que vem passando. E foi isso que aconteceu na última quarta: jogando com um comprometimento incrível, desde os limitados zagueiros até o sempre esforçado Madson, e muita aplicação, o time surpreendeu a equipe de Hélio dos Anjos em pleno Serra Dourada. O dia foi tão bom para a equipe de Renato Gaúcho que Edmundo chegou a marcar um gol em cobrança de pênalti, o que não é seu forte.

Já ontem, tudo deu certo para o Flamengo. As improvisações de Caio Jr., que muitos classificaram como invenções num sentido pejorativo, deram certo (Airton fez uma grande partida e Luizinho deu conta do recado na lateral esquerda), Bruno se saiu bem quando exigido, Ibson voltou a mostrar todo o seu potencial, Kléberson atuou muito bem e Obina fez uma de suas melhores partidas no Flamengo, marcando gol, dando assistência e sofrendo pênalti. Aproveitando os erros do adversário, o Fla teve uma atuação como há muito tempo o torcedor não via no Maracanã.

Mas, embora ambos os times tenham tido atuações animadoras, não se pode dizer que o Vasco certamente escapará do rebaixamento ou que o Flamengo conseguirá uma vaga no G4 ou até mesmo conquistará o título. Este campeonato vem sendo marcado pela imprevisibilidade e, do mesmo jeito que os dois cariocas venceram de maneira incontestável e até surpreendente, podem tropeçar como já tropeçaram neste campeonato.

Porém, certamente são atuações que servem de exemplo a ambos os times nesta reta final de campeonato. O Flamengo tem grandes chances de alcançar uma boa posição no campeonato se jogar como ontem, até porque tem time para isso. E precisará mesmo aproveitar o potencial de seus jogadores, pois terá jogos nada fáceis no Rio contra Botafogo, Palmeiras e Goiás, enquanto terá duros confrontos contra Vitória e Cruzeiro fora, mesmo tendo a melhor campanha fora de casa. O Vasco, se jogar com a disposição que mostrou nos últimos 2 jogos, pode sair do G4 maldito. Os próximos jogos serão decisivos: a equipe vascaína jogará no Rio contra os concorrentes diretos Atlético-PR e Fluminense e contra o quase salvo Santos, para depois encarar o ainda preocupado Atlético-MG em Minas Gerais. Será de extrema importância acumular o maior número de pontos possíveis nessas partidas, pois depois terá duas pedreiras pela frente: enfrentará o São Paulo em casa e o Coritiba, que provavelmente estará brigando por uma vaga na Sul-Americana, no Couto Pereira, onde só perdeu 2 vezes.

Flamengo e Vasco terão, como qualquer outro time, muito trabalho nessa reta final de campeonato, e deverão se espelhar nas partidas que fizeram nessa semana como motivação. É difícil manter o ritmo, mas isso é preciso, principalmente no caso do Vasco. Um exemplo é o Flamengo em 2005, que então precisava desesperadamente sair da zona de rebaixamento e jogou com muito empenho na reta final, vencendo a maioria dos jogos de outubro e novembro e se salvando do descenso de maneira quase milagrosa para muitos no final do campeonato.

Fotos: 1º- imirante.globo.com/ 2º - www.lancenet.com.br

7 comentários:

Marcel Jabbour disse...

Concordo, talvez tenham sido as duas melhores tenham sido as duas melhores atuações de Flamengo e Vasco.

O Edmundo acertou um pênalti e o Obina ganhou na corrida de um zagueiro! Já tinha visto isso? Hehehe

Abraços!

diletra.blogspot.com

Net Esportes disse...

Que siga a boa fase carioca na rodada e o Fluminense ganhe hoje !!!!!!!!

Daniel Leite disse...

O Flamengo conseguiu um baita resultado. Mesmo que Dorival Jr. diga que esta foi a pior partida de um time treinado por ele, o Coritiba é, de todo modo, um adversário bastante "enjoado". O largo placar apaga o vexame contra o Galo e põe o Flamengo novamente como candidato na gangorra do campeonato.

Quanto ao Vasco, o resultado foi no mínimo esquisito. Afinal, falávamos de um dos melhores contra um dos piores times do returno. Talvez a surpresa seja amenizada pelo fato de que Renato Gaúcho já vinha acertando a equipe, conferindo-lhe, no mínimo, mais solidez. E, quando há solidez e um Edmundo pronto para a batalha, as coisas dão certo.

Até mais!

Vinicius Grissi disse...

São dois times que se jogarem todas as partidas desta forma podem atingir seus objetivos. Mesmo que eles sejam muito difíceis no momento.

Saulo Milleri Biral disse...

Também concordo com vc. O Vasco jogou muito bem e conseguiu uma bela vitória que trouxe um pouco de esperança para o time e os seus torcedores. Já o Flamengo, também conseguiu um belo resultado e continua na luta pelo título.

Marcelonso disse...

Leandrus,

O Mengão precisa manter o foco,encarando cada jogo como uma final,ser campeão ainda está distante,mas existe a possibilidade.

Agora camarada,não é por nada,mas como Flamenguista se tem um time pelo qual não torço de jeito nenhum é pelo Vasco,mas ve-lo na segunda divisão seria muito triste.
Sempre admirei o carater de Dinamite,ele não merece isso.

abraço

Leandrus disse...

Obrigado pelos comentários! Vou fazer só alguns comentários:

Marcel, ver o Obina ganhando na corrida de alguém até já tinha visto (tive que fazer força para lembrar, mas lembrei, rs). Mas fazer tudo o que ele fez em um jogo...acho que não!

Daniel, e quanto a Fla x Coritiba, não acho que o Coritiba vinha fazendo uma má partida até meados do segundo tempo. O problema é que deixou espaços que desta vez o Fla conseguiu aproveitar (e olha que ainda demorou a aproveitar). Depois do 3º, aí sim a porteira abriu...

Marcelonso, não gostaria de ver o Vasco na segunda divisão por isso também: Dinamite, que lutou tanto para chegar à presidência do clube, não merece tal coisa. Mesmo comentendo erros na sua ainda curta carreira de presidente (que, convenhamos, sabiamos que iria acontecer, já que a situação do clube é desesperadora e a diretoria ainda é inexperiente), Dinamite está determinado a recuperar o clube; em outras palavras, consertas as cagadas que Eurico fez. E um rebaixamento só seria motivos para Eurico se vangloriar pelas conquistas do clube na época em que estava em São Januário, o que seria certamente irritante.

Ateh!