sexta-feira, 3 de outubro de 2008

Assim fica difícil

Não teve jeito. Depois de um início até animador, quando chegou a tirar o Fluminense da zona de rebaixamento, Cuca colecionou uma série de resultados negativos no comando do tricolor carioca e foi demitido do clube.

Eu era um daqueles que achava que o Fluminense se recuperaria rapidamente do baque da perda do título da Libertadores. Havia um técnico abatido mas competente no comando da equipe, que possuía um bom elenco em mãos; tudo bem, era claro que a equipe perderia peças importantes, mas o clube, com a ajuda de seu patrocinador, prometia contratar reforços de peso. Pois bem, jogadores importantes saíram, a reposição não foi feita (quer dizer, até foi, mas com qualidade inferior) e Renato Gaúcho não conseguiu reerguer o time. Um elenco abatido não conseguiu ser motivado, já que era comandado por um treinador mais abatido ainda; achava que Renato se recuperaria facilmente, como quando perdeu a Copa do Brasil em 2006 pelo Vasco, mas não foi o que aconteceu desta vez.

Quando Cuca foi contratado, eu cheguei a dizer aqui mesmo: “curioso é que o novo técnico do Flu é Cuca, outro conhecido pelo abatimento após as derrotas”. E foi o que aconteceu; principalmente nos últimos dias, era evidente o abatimento do treinador, perfeitamente visível nas suas entrevistas e no seu comportamento: por exemplo, após o jogo contra o Goiás, disse que já havia chegado ao seu limite e não sabia mais o que fazer. Isso para não falar de sua rosto sempre com uma expressão melancólica...

Ainda acho que Cuca é bom treinador, assim como acho que entrou numa fria ao pegar um time que demorou a se reforçar, e quando o fez, não contratou peças de grande qualidade. Mas essa melancolia que cada vez mais o caracteriza já está insuportável; e foi algo que certamente ajudou a piorar sua passagem no Fluminense. Imagine como deveria ficar um jogador abatido desde o dia 2 de julho ao olhar para um treinador que, ao invés de lhe passar confiança e ânimo, era quase o semblante do desespero. Difícil, não?

Não quero dizer que essa imagem que Cuca chega a passar foi o único motivo de seu insucesso nas Laranjeiras, mas acredito que teve uma boa participação. No final, tudo virou uma bola de neve: faltou um elenco melhor, faltou tranqüilidade ao time, faltou apoio da torcida (14 mil pessoas com ingresso a 20/10 reais? Talvez a torcida queira comparecer em maior número no Flu x Brasiliense ano que vem, certo?), e faltou motivação que Cuca deveria passar para os jogadores, coisa que também faltou a Renato Gaúcho no fim de sua passagem no clube. Agora, resta a Cuca descansar durante o resto do ano e fazer uma reciclagem, refletindo sobre tudo o que ocorreu esse ano. E que, pelo amor de Deus, mostre poucas vezes esse semblante quase sempre carregado ano que vem, aonde quer que esteja. Dessa maneira, poucos serão os que o levarão a sério.

Foto: www.lancenet.com.br

7 comentários:

Marcos Antônio Filho disse...

Cuca mostrou-se um técnico fraco.uma reciclagem cairia bem pra ele ´ra ele tentar voltar no ano que vem mais fortalecido,acho que ele deixa mto a desejar no aspecto psicológico.Renê Simões não é tão tático,mas é um grande motivador.Talvez seja o sopro d ehumildade que esse time arrogante do Fluminense precisa.

Vinicius Grissi disse...

Os reforços chegaram muito tarde. E alguns deles estão muito mal. O Cuca era o menos culpado e sua demissão foi um erro que aproximou ainda mais o Flu da Série B.

Daniel Leite disse...

Cuca está estigmatizado pelos trabalhos curtos e de insucesso. No Botafogo, chegou a realizar boas coisas. Mas, quando saiu pouco tempo depois voltou, começou a perder a credibilidade. Quando foi dispensado do Santos, deveria ter dado uma pausa na carreira. Agora, pretende fazê-lo. Só que já é tarde para que volte com força ao mercado. Assim como talvez seja tarde para o Fluminense.

Até mais!

Arthur Virgílio disse...

O Cuca seria vocalista de qualquer banda de Emo Core, ele é muito chorão. Mas, não é o único culpado, como você ressaltou.

O Fluminense perdeu DodÔ,Leandro Amaral, Gabriel, Cícero e Thiago Neves e trouxe Ciel, que perdeu dois gols no último jogo, que até minha vó fazia. Ou seja, a diretoria não soube repor as peças.

GiglioF1 disse...

Leandro ,

Pena mas nao deu...o jogo é muito complexo e também achava que o Flu levantava rapido...errei.
abraco!!!

Breiller disse...

É, Leandro, Vasco e Flu podem dar as mãos. E os dois ainda vão fazer o clássico no dia de finados. Que coisa!

Concordo com você. O Cuca precisa de um período de tranqüilidade e reflexão (alguém indica um professor de yoga pra ele?). Ele é muito fechado, literalmente.

Ah, bela menção no "homenageado". Incrível como o cara consegue perder dois gols muito, mas muito feitos em um só jogo. Já vai entrar para o seleto grupo de perseguidos pela torcida tricolor.

Leandrus disse...

Breves comentários:

Marcos Antônio, tenho minhas dúvidas quanto a Renê Simões. Seus trabalhos com a seleção feminina e com o Coritiba não me animam muito. E pelo que soube, é um técnico para trabalhos a longo prazo. O Flu só precisa disso se já quiser pensar na Série B. Quanto ao Cuca, fraquíssimo no aspecto psicológico, e não sei porque nunca contrata um especialista da área para seus times. É um aspecto que ele não domina mesmo.

Vinicius, o melhor reforço mesmo, por incrível que pareça, é o Ciel, que vem mostrando muita vontade. Mas parece afobado e depois dos gols perdidos. A demissão de Cuca pode ter saído em hora errada, mas talvez o erro tenha sido antes, na hora que ele foi contratado.

Daniel, esse erro do Cuca foi crucial. Ele já não vinha tendo um bom ano e não tinha a necessidade de assumir outro clube tão rápido. Isso só ajudou a piorar seu currículo. Quando assumir um novo clube ano que vem, terá ainda mais pressão para provar que é sim um bom treinador. Isso para não falarmos de títulos.

Arthur, o grande erro do Flu foi se iludir por mais de um mês pensando que contrataria Urrutia, Mineiro e Dátolo. Quando viu que não conseguiria nenhum dos 3, já era tarde demais, o mercado já estava se fechando, até porque não tinham nenhum plano B. Agora, terá de se contentar com Ciel...

Giglio, todos erramos...

Breiller, ele vai ter que pra um retiro ou coisa do tipo; precisa de um descanso urgente! E não se preocupe: a torcida já tratou de vaiar o Ciel. Ele até vinha jogando bem, mostrando muita vontade, mas depois desses gols perdidos...

Ateh!