segunda-feira, 6 de outubro de 2008

Disputas acirradas

A 28º rodada do Campeonato Brasileiro foi de suma importância para os cinco primeiros colocados na tabela. Palmeiras, Grêmio, Cruzeiro, Flamengo e São Paulo não deram sopa ao azar e venceram seus jogos, mantendo-se na briga pelo título e não alterando suas posições na classificação geral.

Porém, nenhum desses clubes tiveram moleza. Os líderes Palmeiras e Grêmio tiveram que buscar a virada em partidas jogadas em casa. O time paulista derrotou o Atlético-MG por 3 a 1, enquanto o time gaúcho venceu o Botafogo por 2 a 1. O Cruzeiro conquistou uma suada vitória em cima do Sport por 1 a 0 jogando no Mineirão. Já São Paulo e Flamengo conseguiram importantes vitórias fora de casa: enquanto o tricolor paulista venceu o Ipatinga por 3 a 1, o rubro-negro carioca derrotou o Náutico por 2 a 0 num jogo em que poderia sair com apenas um ponto, já que o time de Roberto Fernandes foi incompetente nas finalizações durante todo o segundo tempo.

Cabe aqui um elogio à comissão técnica do Flamengo, que foi inteligente e escondeu os resultados dos confrontos de seus principais adversários. Dos times que estavam nas cinco primeiras posições, o clube carioca foi o último a entrar em campo, quando todos os seus concorrentes diretos já comemoravam suas respectivas vitórias. Ao não deixar os jogadores saberem os resultados finais dessas partidas, livrou-os de entrarem em campo com uma pressão ainda maior de ganhar o jogo, o que poderia prejudicar a performance do time em campo.

“A chama do Botafogo vai se apagar junto com a chama das Olimpíadas”. Era essa a frase dita aqui no bairro em que moro cada vez que um botafoguense, no mês de agosto, gabava-se do crescimento do time no Brasileirão. Provocações à parte, foi exatamente isso que aconteceu. Após a cerimônia de encerramento do maior evento esportivo do mundo, o Botafogo só venceu uma partida das sete que disputou no Campeonato Brasileiro, assim como só conquistou seis dos vinte e um pontos disputados. No último sábado, nova derrota, dessa vez para o Grêmio por 2 a 1. O Botafogo vai despencando na tabela e, além de ter perdido certo contato com os líderes, ainda foi ultrapassado por Coritiba, Vitória e Goiás, caindo para a 9º posição; foi o time mais prejudicado nessa rodada. Com esses pífio desempenho nas últimas rodadas, o alvinegro carioca corre o risco de ficar fadado a disputar apenas uma vaga no G-4.

Se os cinco primeiros colocados na rodada anterior venceram e mantiveram suas posições, os cinco últimos colocados (Atlético-PR, Portuguesa, Ipatinga, Vasco e Fluminense) não deixaram por menos: com exceção do Fluminense, que empatou em casa para o Goiás por 1 a 1 com um jogador a mais e dois gols incrivelmente perdidos por Ciel, todos perderam e permaneceram nas mesmas posições. Na verdade, o Vasco trocou de posição com o tricolor carioca e agora é o lanterna da competição, mas, convenhamos, isso não muda muita coisa. Os cinco clubes, junto com Náutico e Figueirense, deverão brigar pelas 4 vagas para a Série B. E se o Rio de Janeiro não tem nenhum clube carioca na Segundona, corre o risco de ter três ano que vem: os times de Renato Gaúcho e de René Simões são grandes candidatos ao rebaixamento e o Duque de Caxias, time em que o lendário Viola jogou no primeiro semestre, briga na Série C por uma das quatro vagas na Série B. Será que ano que vem teremos Vasco x Duque de Caxias no Marrentão, estádio com nome dedicado à Romário?

Isso não é para rir, e sim para chorar...

Fotos: esporte.ig.com.br/ globoesporte.globo.com

5 comentários:

Carlão Azul disse...

Realmente uma rodada barra pesada.

Espero que meu time tenha mais facilidade na próxima rodada.

Abraçus Leandrus

Saudações Celestes

SITE/BLOG.....CRUZEIRO: O MAIOR DE MINAS
Sou Cruzeirense - Site
Sou Cruzeirense – Blog 1º ano
ENTREM E SINTAM-SE A VONTADE

Net Esportes disse...

ta feia a coisa na parte de baixo da tabela, lá em cima ta sobrando emoção, espero que o São Paulo mantenha a força e siga na briga, de preferência pelo top da tabela..... haja coração !!!!!!!

Marcos Antônio Filho disse...

nunca teve um campeonato brasileiro tão equilibrado como esse.To torcendo pra vir o hexa pro meu mengão!

E na parte debaixo,torço apenas pro Fluminense se safar,meu pai era tricolor e eles tem time pra sair dessa situação.Já o Vasco,nem vou ficar triste se descer,vai ser um bom duelo com o Duque de Caxias na segundona...

Daniel Leite disse...

Chama a atenção a rodada "estática". Como disse, todo mundo de cima ganhou e (quase) todo mundo de baixo perdeu. Serviu para nostrar que os times ocupam as posições que merecem, bem como para a percepção de que não há perspectivas de melhora para quem está no fundo do poço.

A questão de times da Série C e da Série A se encontrarem na temporada seguinte sempre rende gozações. Há pouco tempo, o Barueri era um anão do futebol paulista. Hoje, está na mesma divisão do Corinthians. O que tem chance de ocorrer em 2009 também, com os dois na Série A.

Até mais!

Leandrus disse...

Breves comentários:

Carlão, Ipatinga é bem tranquilo, certo? Mas Flamengo e São Paulo também não irão enfrentar pedreiras: o primeiro pega o Atlético-MG e o segundo, o Náutico, ambos times que brigam para não cair. E também jogarão em casa, o que facilitará a tarefa deles.

Netesportes, é aquela história: se alcançar a regularidade...

Marcos Antônio, eu achava que o Flu tinha condições de sair dessa situação. Achava, porque não acho mais: o time não se reforçou, não tem muitos bons jogadores lá na frente, não confio muito no novo técnico e o time está bem abalado psicologicamente. Pode conseguir algo, mas tô começando a achar a tarefa difícil...

Daniel, muito bom você ter falado isso sobre os times que estão lá embaixo: afinal, Flu, Vasco e Ipatinga jogaram em casa e não venceram. E ainda tem o Náutico, que tb é candidato ao rebaixamento e perdeu em casa.
Quanto ao Barueri, só espero que não seja como um São Caetano e leve torcedores ao estádio...

Ateh!