segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

Lucro para o Vasco, trágico para o Flu

René Simões errou ao manter seus dois volantes quando precisava mostrar mais ousadia e agora se desespera com a possibilidade de ver o Flu fora das semifinais da Taça Guanabara

No primeiro clássico carioca do ano, Vasco e Fluminense empataram sem gols. Depois de um primeiro tempo fraco, em que o Vasco não conseguiu atacar e o Fluminense se destacou pelo desperdício de jogadas no ataque, principalmente com os inúmeros impedimentos do atacante Roger, a partida ficou mais movimentada no segundo tempo, o que não quer dizer que ela tenha ganho muito em qualidade.

A infantil expulsão de Alex Teixeira, logo aos 4 minutos do segundo tempo, obviamente prejudicou o Vasco. Aliás, o jovem vascaíno precisa se conscientizar de que precisa melhorar, já que é uma grande aposta do clube e uma das principais opções ofensivas da equipe mas ainda não teve uma sequencia de boas atuações desde que subiu para os profissionais, pecando muito pela irregularidade e pelas pífias finalizações a gol.

Em desvantagem numérica, restou ao Vasco apostar ainda mais nos contra-ataques, principalmente com as subidas de Ramon e Paulo Sérgio; destaque para o primeiro, que deu um banho em Wellington Monteiro e provocou a substituição do camisa 2 do Flu pelo recém contratado Mariano. Para desespero de Dorival Júnior, as boas subidas dos seus laterais não surtiram muito efeito, já que os cruzamentos não saíam com muita qualidade e Carlos Alberto e Rodrigo Pimpão pouco se movimentavam no ataque, deixando de ajudar os laterais e facilitando o trabalho da zaga tricolor quando a bola era alçada na área. Para piorar a situação, Jéfferson foi novamente discreto e as substituições do técnico vascaíno não surtiram efeito, com destaque para Fernandinho, que entrou muito mal e não conseguiu dar sequencia aos ataques de seu time no final do jogo.

Com o adversário com um a menos, era obrigação do Fluminense sair para o jogo no segundo tempo. Mas com um ataque batendo cabeça, um Thiago Neves discretíssimo e um Conca sumido e mais preocupado em tentar ser expulso, a equipe de René Simões não conseguia ameaçar tanto o gol de Tiago, embora tivesse maior posse de bola. Então, restava ao treinador mexer. E foi aí que ele errou.

Mesmo com um jogador a mais, René manteve seus dois volantes, Diguinho e Fabinho, até o final do jogo. Um erro grave, pois sua equipe precisava da vitória para se manter vivo na luta por uma vaga na semifinal da Taça Guanabara. O técnico preferiu tirar Leandro Amaral e manteve Roger em campo, mas como os dois faziam partidas ruins, é difícil saber se ele errou ou não; talvez fosse melhor manter o ex-Vasco, que é tecnicamente melhor do que o ex-jogador do Sport e perde menos gols. Pelo menos acertou ao colocar os jovens Tartá e Maicon, que já entraram muito bem em outros jogos dessa competição: porém, ambos não conseguiram ser muito efetivos no clássico e pouco fizeram, salvo uma bela cabeçada do primeiro após cruzamento do segundo, defendida brilhantemente pelo goleiro Tiago, que esteve muito seguro durante a partida, assim como sua zaga e o volante Nílton.

Num jogo abaixo das expectativas para um clássico, mesmo com a melhora do jogo no segundo tempo, o Vasco, que tem um elenco inferior ao do seu último adversário, saiu no lucro, por ter segurado o Flu por um bom tempo com um a menos e por se manter como líder do grupo A com 10 pontos. Para o Fluminense, o resultado foi trágico, porque o tricolor carioca possui apenas 5 pontos e não depende só de si para se classificar para as semifinais da competição. E quem pode pagar o pato é René Simões: a imprensa diz que o técnico já tem seu trabalho contestado nas Laranjeiras. E o seu vacilo no jogo de hoje, atitude que pode até ser entendida como covarde para alguns, pode ter agravado a situação.

Foto: www.lancenet.com.br

3 comentários:

Loucos por F-1 disse...

Xará, realmente foi muito grave a postura adotada por Rene nas substituições, sendo que seu time estava com um jogador a mais. Não justifica um treinador manter dois volantes já que ele necessitava da vitória de qualquer jeito. Foi muito covarde e metroso.

O Fluminense está tão mal que não conseguiu vencer estando com um jogador a mais o segundo tempo todo. Na minha opinião não classifica para as semi da TG.

Mais um ano em que Flamengo e Botafogo vão decidir. Não vejo outra coisa.

abração!

Leandro Montianele

Marcos Antônio Filho disse...

é O fluminense anda mto mal, Rene não anda mexendo bem. Agora só podem chamar o Gaucho de volta,pq seria um grande retrocesso pros os dois.E o Vasco não está tão ruim assim, o Dorival Júnior tá saberndo armar o time,tá faltando atacante só...

Leandrus disse...

Breves comentários:

Leandro, acho que o Vasco pode surpreender e chegar na final. É um time limitado, mas aguerrido e que está em ascensão (Dorival Jr está fazendo um bom trabalho). Acho que o time pode surpreender, mesmo ainda estando num nível abaixo de Fla, Flu e Botafogo.

Marcos Antônio, Renato Gaúcho virou bombeiro do Fluminense. Acho que o melhor para ele não é retornar agora, embora seria uma chance de provar que não levou o Flu à final da Libertadores por acaso. Seria melhor que descansasse e se reciclasse, de preferência saindo do Rio de Janeiro.

Ateh!