segunda-feira, 17 de março de 2008

Nervos a flor da pele

É incrível, mas ontem os jogadores do Flamengo conseguiram a proeza de perder a cabeça pela terceira vez em menos de um mês. No jogo em que o Botafogo finalmente quebrou um tabu de quatro anos sem vencer o time da Gávea, Jônatas e Obina foram expulsos infantilmente no momento em que o Flamengo pressionava (mesmo que de forma um tanto desorganizada) o time do Botafogo em busca do empate que acabou não vindo. Desde a semana passada a imprensa vem batendo na tecla de que o aparente nervosismo do time do Flamengo vem da preocupação com a Libertadores; pode até ser, mas uma rápida olhada no temperamento de alguns jogadores do time mostra que isso vem de carnavais passados.

Obviamente que o primeiro nome que vem a cabeça é o de Souza. O camisa 9 do Fla sempre foi conhecido por se envolver em confusões (como na patética agressão ao apoiador Tcheco ano passado), por provocar adversários e por ser dono de uma arrogância incrível (por exemplo, enche a boca para falar que foi artilheiro do Brasileirão 2006 ao fazer míseros 17 gols), o que quase comprometeu a vinda de Diego Tardelli para o Flamengo. Sinceramente, esse jogador não vai mudar nunca: irá sempre arranjar confusão, sendo capaz de levar cartão vermelho até num mísero amistoso contra o Íbis.

Juan é outro jogador explosivo. Seu temperamento é tão forte que desde 2006 o jogador arranja confusões na Gávea, brigando com seus companheiros de equipe em simples coletivos e colecionando vários cartões amarelos e vermelhos; prova disso é que chegou a trocar chutes com Alessandro na final da TG esse ano, e teve muita sorte de não ter sido punido no tribunal. Outro jogador que não leva jeito.

Quando soube que Jônatas voltaria ao Flamengo esse ano, logo senti calafrios. Embora seja um jogador de um ótimo passe e que faz excelentes lançamentos, sempre foi conhecido por tumultuar o elenco do Flamengo: em 2005, formou uma grande panelinha com o volante Júnior, deixando o elenco do Flamengo tão tumultuado que conseguiu causar a demissão do excelente técnico Cuca. Quando estava se tornando um jogador disciplinado nas mãos de Ney Franco, foi vendido ao Espanyol. Depois de aprontar muito lá (chegou a praticamente não comparecer aos treinamentos!), voltou ao Flamengo e já aprontou das suas: deu uma cabeçada em Jorge Henrique que prejudicou o time.

Embora seja conhecido por ser muito tímido e também por ser o xodó da torcida, a expulsão de Obina não foi surpreendente. Quem lembra bem dos jogos do Flamengo nos últimos anos sabe que o ex-jogador do Vitória colecionou tantos cartões amarelos e vermelhos quanto Souza. Além de cometer muitas faltas violentas ao tentar roubar a bola do adversário, já chegou a agredir o zagueiro colorado Índio, levando uma dura suspensão que logo foi reduzida. Porém, Eto’o, ops, Obina ainda não consegue se controlar quando seu time está em desvantagem, como no desnecessário carrinho que deu ontem e que acarretou sua expulsão; nem achei que o atacante pegou em cheio o jogador do Botafogo, mas o carrinho foi tão duro e desnecessário que o cartão vermelho foi merecido.

Por último, confesso que fiquei surpreso e decepcionado com a atitude de Toró no jogo de ontem. Se suas desculpas me pareceram sinceras depois do jogo contra o Nacional, o leve chute que deu em Castillo ontem apagou toda a imagem que tinha construído dele. Sua atitude poderia ter prejudicado o time e o jogador parece que não aprendeu a lição.

Eu só espero que esse temperamento atual do time não contagie os demais jogadores. O Flamengo está jogando uma competição importantíssima que é a Libertadores, e Joel Santana sempre pede para o time tomar cuidado com a catimba adversária. Porém, os jogadores, como muitos jogadores brasileiros fazem, estão confundindo catimba com violência (um exemplo disso foi Fábio Luciano chutando o rosto de um jogador do Nacional no último jogo) e pior, estão trazendo isso para o Campeonato Carioca. Se o time não colocar a cabeça no lugar, a tendência é piorar. E enquanto isso, bem que o Joel poderia deixar de lado uns jogadores inoperantes tipo Egídio, Jaílton...

4 comentários:

Vinicius Grissi disse...

Realmente o time do Flamengo parece meio "destemperado". Porém, nada que prejudique o time NESTE MOMENTO. Vai classificar-se na Libertadores, e tem tudo para vencer o Carioca. Mas é preciso ficar atento à esta situação, principalmente nas próximas fases da competição continental.

Daniel Leite disse...

É verdade. E ainda tem Diego Tardelli, um tanto indisciplinado, apesar do bom começo pelo time, o goleiro Bruno, que não tem papas na língua, e o próprio Léo Moura, que aplicou um golpe de karatê no uruguaio, dia desses. Mas você citou os mais esquentadinhos mesmo. Não dá pra entender o que ocorre. Teria sido uma falha na montagem do elenco? Eu penso que sim.

Até mais!

OCTETO RACING TEAM disse...

O time do Flamengo precisa se controlar!! Pelo amor de Deus!!
Ainda bem que não vi o jogo, pq senão eu teria um ataque!

Mas é melhor perder agora que não vale nada né??

Ai... nem me fale nesse Jaílton!! hehe... ele me estressa!!!

Amanhã tem jogo contra Nacional então vamos torcer por uma vitória sem problemas!(Eu iria ao Macaranã...mas desisti..hehe)

Bjinhosss

Tati

Leandrus disse...

Comentários!

Vinicius, acho que o Flamengo tem tudo para ganhar os 2 jogos no Maracanã, mas creio que o jogo contra o Cienciano na altitude será duríssimo; por isso não ainda não afirmo que o Fla se classificará para a próxima fase da Libertadores. Mas é bom o time tomar cuidado mesmo com essa indisciplina; porém, Kleber Leite e Joel ainda não parecem tão preocupados...

Daniel, pensei em falar sobre o Bruno e o Tardelli também, mas achei q o texto iria gigante, maior do que os extensos textos que eu já escrevo, rs! O Tardelli vem me surpreendendo até agora, muito calmo; já o Bruno chegou a dar uma cotovelada que o juiz não percebeu no jogo contra o Botafogo. Se foi falha na montagem do elenco? Bom, os dirigentes do Rio não ser preocupam muito com o caráter dos jogadores, e aí vemos vários jogadores "da night", brigões...

Tatiana, é bem melhor perder e brigar agora do que mais pra frente! Quanto ao Jailton, eu nunca gostei desse cara; to rezando pro Rômulo voltar logo! E sabe o que é pior? Ele acha que sabe bater falta, e tah saindo cada cobrança medonha...

Ateh! (ao som de Tyketto; estou viciado nessa banda, rs)