domingo, 16 de março de 2008

Corrida Maluca


Essa foi a melhor expressão que achei para descrever a primeira corrida do ano. O GP teve de tudo: abandonos, ultrapassagens, erros dos pilotos, batidas, bandeiras amarelas, acidentes com mecânicos e até desclassificação. No final das contas, o inglês Lewis Hamilton venceu a corrida, o que deve ter sido um alívio para ele, já que teve que conviver com críticas por quase 5 meses; o piloto da Mclaren foi seguido pelo consistente alemão Nick Heidfeld, da BMW, e o pódio foi completado por Nico Rosberg, que conseguiu seu primeiro pódio e mostrou que os resultados da pré-temporada não aconteceram por engano.

A largada já foi o prenúncio de como seria a corrida. Enquanto Hamilton e Kubica tentavam defender suas posições lá na frente, Massa perdeu o controle ao tentar ultrapassar Kovalainen e acabou batendo no muro; ele chegou a voltar para a corrida, mas já estava em ultimo, até porque teve que ir aos boxes para trocar o bico. E não foi só isso: Fisichella ficou logo na primeira curva, assim como Vettel, Davidson, Button e Webber foram ficando no meio do caminho. Com toda essa confusão, Raikkonen conseguiu pular da 15º para a 8º posição, Alonso foi para 10º, e Nelsinho Piquet foi para 12º; além disso, o Safety Car foi obrigado a dar seu primeiro passeio na pista logo na primeira volta.

As voltas seguintes à saída do Safety Car proporcionaram pouca emoção. Raikkonen tentava ganhar a 7º posição de Barrichello, mas o brasileiro, com a ajuda do circuito que oferecia poucos pontos de ultrapassagem, fechava a porta para o finlandês; Raikkonen só foi conseguir ultrapassar o piloto da Honda depois de quase 20 voltas. Enquanto isso, Nelsinho Piquet vinha perdendo todas as posições que havia conquistado, caindo para a último. Depois de mais algumas voltas, Massa, que tentava fazer uma corrida de recuperação, se chocou com Coulthard. O escocês levou a pior (na verdade, mais do que a pior!), teve seu carro destruído e abandonou, enquanto Massa tentava "mandar uns gestos bacanas" para o piloto da RBR.

Com a bandeira amarela e o pit lane aberto, vários pilotos foram fazer seus pit stops. Na relargada, enquanto Galvão Bueno exultava o fato de três brasileiros estarem juntos (Barrica em 6º, Massa em 7º e Piquet em 8º), Raikkonen saía da pista ao tentar uma ultrapassagem arriscada em cima de Kovalainen e Massa e Piquet abandonavam a corrida simultaneamente (só porque o Galvão secou!).

Depois de mais algumas voltas, nova bandeira amarela: Timo Glock sofreu um acidente, digamos, meio bizarro, pois rodou, danificou o carro todo, ficou sem roda, mas não bateu! Enquanto isso, Rubinho, que vinha num excelente 4º lugar, fez um péssimo trabalho com sua equipe: foi para os boxes com o pit fechado, ao sair do pit quis "dar uma carona a alguns mecânicos", e saiu dos boxes com as luzes do pit vermelhas, o que acarretou na sua desclassificação da corrida após o término dela. Uma pena, porque a equipe errou ao chamá-lo para fazer seu pit stop, o mecânico que segura o "pirulito" (sem maldade, pessoal...) se precipitou levantando-o cedo e além de quase machucar alguns mecânicos saiu dos boxes com as luzes vermelhas, o que é proibido (mal de brasileiro!); enfim, Rubinho iria pontuar, mas a equipe jogou tudo por água abaixo. Na última volta de bandeira amarela, Kazuki Nakajima honrou o nome do pai e conseguiu a proeza de bater em Kubica e tirar o polonês da corrida.


E as confusões não acabaram! Enquanto Bourdais vinha num surpreendente 4º lugar na sua estréia na F-1, Alonso tentava segurar Kovalainen e Raikkonen com sua limitada Renault. Raikkonen teve problemas e abandonou depois de algumas voltas, assim como Bourdais, que teve problemas de motor. Logo após o abandono do francês, Kovalainen arriscou uma ultrapassagem e passou Alonso. Porém, quando Ron Dennis ainda comemorava, o finlandês conseguiu a proeza de apertar o limitador de velocidade em plena reta principal e perdeu a posição para "Malonso". Que desagradável...

E então a corrida maluca acabou. Depois de Kovalainen, Nakajima chegou em 6º, e Bourdais e Raikkonen foram 7º e 8º e pontuaram, mesmo tendo abandonado. Se a corrida não teve tantas ultrapassagens, pelo menos mostrou que os pilotos estão sendo bem mais exigidos do que eram nos últimos anos, vide o grande número de erros dos mesmos. E agora todos esperam ansiosamente a 2º corrida do campeonato, já na semana que vem no GP da Malásia, onde todos os brasileiros beberão muito café esperando a corrida começar às 3 da manhã...

9 comentários:

Daniel Leite disse...

Leandrus, uma pena imensa pelo Rubinho! Achei a corrida dele impecável, mesmo com as fanfarronadas do Ross Brown. Achei também impressionantes a consistência e o domínio exercido pelo Lewis Hamilton, bem como a quantidade de bobagens que fizeram Raikkonen e Massa. Dia desastroso para a Ferrari, que ainda marcou um ponto... Agora, como vc disse, vamos esperar o GP da Malásia, já daqui a uma semana.

Abraço!

Anônimo disse...

João Paulo

Bem, não vi a corrida dado o ótimo horário que foi exibida, haha. No entanto, lamento pelo Rubinho e pelo Massa. Tô vendo que esse resultado foi super complicado pro Massa, mas espero que ele melhore. ABraços!!!

Blog F1 Grand Prix disse...

Foi uma corridaça mesmo! Eu apostei na Ferrari e me ferrei hehehe...

Estamos só no início do ano, mas essa vitória do Hamilton pode fazer muita diferença mais pra frente.

Bourdais e Rubinho, coitados, mereciam mais. O Kovalainen também... se não fosse o safety car, poderia até ter vencido. Ele estava mais rápido do que o Hamilton, tanto que fez a melhor volta da corrida.

Grande abraço!

Gustavo Coelho

Felipe Maciel disse...

Corridaça, hein!

Eu fiquei procurando alguma foto do Glock rodando ontem mas não achei. Foi um acidente de classe aquele...

Os pilotos estão errando bastante, vamos ver até qaundoo vai ser assim.

Vinicius Grissi disse...

Grande corrida! Apenas um presságio do que virá nesta temporada, que realmente promete. Uma pena o Rubinho. Depois de tanto tempo sem correr nada, quando conquista seus pontinhos acaba desclassificado.

Tati/ Octeto disse...

Corrida maluca é pouco!!!hehehe...mas adorei porque, pelo menos, me manteve acordada em frente à TV !!

Mas só discordo com vc na disputa de Heikke com Alonso. Não achei desagradável não!! Eu adorei!! hehehehehe...

Fiquei triste pelo Nelsinho...
este vai sofrer para caramba hein??

AH Leandrus!! E o jogo de ontem??



Bjinhossss

Tati

Leandrus disse...

Breves comentários:

Gustavo, só uma coisa: será que o Ron Dennis ia deixar o Kovalainen terminar a corrida na frente do Hamilton? Tenho minhas dúvidas...

Tatiana, vc vai me matar, mas eu não gosto do Alonso e nunca gostei dele, rs; e quanto ao Flamengo...bem, a freguês deve ser bem atendido né, aih o Botafogo teve q ganhar uma! Brincadeiras a parte, não gostei e até falei disso no post acima.

E agora o que todos disseram: sim tb tive muita pena do Rubinho, e estou meio revoltado com a Honda até agora! Mas acho que pelo menos ele vai marcar seus pontinhos esse ano...

Ateh!

OCTETO RACING TEAM disse...

Hehehehehe ...

Tudo bem vc não gostar do Alonso... o seu lado flameguista te salva!! hahaha...

AH!! Qto a Honda ... fique calmo, pq este ano acho que a equipe estará melhor!!! Com certeza!

Qto a flamengo... falo acima!

Bjinhoss

Tati

Livre Atitude Papercraft disse...

Falando em Corri Maluca de uma olhada aqui no link: http://livreatitudepapercraft.blogspot.com/search/label/Corrida%20Maluca