terça-feira, 19 de fevereiro de 2008

O mito criado

Estava vendo o jogo Liverpool x Inter de Milão na ESPN Brasil quando caiu o sinal da minha "querida" Sky; quando voltou o sinal, 5 minutos depois, a primeira frase que ouvi foi "E parece que é o Cambiasso que está jogando ali na zaga". Pensei rapidamente: "Pronto, só falta o Materazzi ter sido expulso!". Dito e feito...

Todo mundo está careca de saber que Materazzi foi pivô de um dos casos mais bizarros da última Copa do Mundo, quando Zidane deu uma cabeçada no zagueiro italiano após este xingar sua irmã. Depois desse caso, seu nome ficou praticamente imortalizado na história do futebol, e muitas vezes esse fato é confundido com o pensamento de que ele é um dos grandes zagueiros da Itália (lembram da chamada da Band pro clássico de Milão, falando do duelo Materazzi x Kaká?); sinceramente, não chega a tanto...

Na verdade Materazzi se impõe muito mais por impor medo aos adversários. Medo porque é um zagueiro violento, chegando ao cúmulo de agredir o adversário sem que os árbitros vejam. Após a Copa, vários jornais mostraram fotos que revelavam a truculência do zagueiro. Essa mesma violência o levou a ser expulso na mesma Copa de 2006, nas oitavas de finais contra a Austrália, jogo que a Itália ganhou porque a Itália soube se segurar muito bem , Buffon estava inspiradíssimo e um pênalti polêmico a favor da Azzurra foi marcado no último minuto de jogo; na própria final da Copa, ele tinha cometido o pênalti que fez com que a França marcasse seu gol. E certamente os fanáticos por Copas lembram que na Copa de 2002, Materazzi falhou nos 2 gols da Croácia (só pra lembrar, o jogo foi exatamente 2 x 1!), o que poderia ter custado a classificação italiana para as oitavas de finais (bom, não adiantou muito porque logo foram eliminados pela Coréia do Sul).


Bom, Materazzi até tem qualidades: é bom em jogadas aéreas e realmente joga com o coração, e eu até gosto de jogadores assim, porque o torcedor gostam de jogadores que dão o sangue em campo. Mas a "idolatria" desenfreada que foi desencadeada após a Copa de 2006 é exagerada (vide a Band e NGT, que a todo instante citam Materazzi, por qualquer coisinha...). Ah, e só pra lembrar: a Inter de Milão, que já não ia muito ao ataque no jogo de hoje, se encolheu depois da expulsão do italiano, e o Liverpool conseguiu marcar 2 vezes, ficando bem perto da classificação...

4 comentários:

Daniel Leite disse...

Leandrus, teu blog é muito bom!

Quanto a Materazzi, fantástico texto! Ele foi decisivo na Copa, muito! Mas ele é do tipo de jogador que sempre apronta, a favor ou contra o time. Faz bobagens demais, e, ontem, possivelmente eliminou a Inter com sua expulsão. Quanto à idolatria, é verdade! Materazzi virou símbolo de muita coisa no futebol...

Abraço!

Blog F1 Grand Prix disse...

O Materazzi já virou uma figura folclórica no futebol. Aquela final de 2006 foi sensacional: ele fez o pênalti no início, empatou o jogo, tomou a cabeçada do Zidane e ainda participou da disputa de pênaltis no final...

Grande abraço!

Gustavo Coelho

away_petropolis2 disse...

So digo uma coisa... me inspiro nele jogando bola com meus amigos, fodo todo mundo! Hahahah

Anônimo disse...

Obrigado por Blog intiresny