sexta-feira, 22 de fevereiro de 2008

Clima de decisão

Finalmente, depois de uma semana com 2 jogos emocionantes nas semifinais da Taça Guanabara, a final está próxima de acontecer. E sem favorito.


O Flamengo não mudou tanto em relação ao time que deu uma grande arrancada à classificação da Libertadores ano passado, quando tinha sua grande força nas laterais com Léo Moura e Juan, além de um meio campo trabalhador liderado por Ibson em ótima forma e um dedicado Souza atuando como um pivô, trabalhando para o time. O time da Gávea ainda conseguiu se reforçar para as posições carentes do time. Porém, nem tudo são flores: embora os laterais continuem muito bem, Ibson ainda não conseguiu uma série de grandes atuações como ano passado; Jônatas ainda está apagado e Kléberson errando passes que não costumaria errar em sua melhor forma. Além disso, o companheiro de Souza no ataque ainda é uma incógnita, já que Marcinho e Diego Tardelli misturam boas e más atuações, confundindo a cabeça de Joel Santana (assim como Maxi, Renato Augusto e Roger faziam ano passado).


Já o Botafogo vem embalado das boas atuações da fase de classificação da Taça Guanabara e da grande atuação contra o Fluminense semana passada. Se ano passado o Botafogo era um time envolvente e ofensivo, que "jogava bonito", esse ano é um time muito mais trabalhador e dedicado. Ano passado o Botafogo tinha jogadores como Zé Roberto, Joílson e Dodô que eram extremamente perigosos na frente mas que não marcavam muito (ou nem marcavam); as vezes pareciam até desinteressados. Esse ano, se o time não contratou jogadores do quilate dos citados anteriormente, possui outros que permitiram à Cuca, um grande estrategista, formar um time que se doa em campo e que parece determinado a conquistar tudo aquilo que escapou das mãos no último instante ano passado. Porém, o Botafogo ainda torce pela recuperação de Jorge Henrique, que é essencial nesse novo time, já que ataca e marca graças a sua velocidade (corre muito esse jogador, é incansável e não desiste de uma bola).


Enfim, vai ser um clássico interessante; o Flamengo parece até ter um time melhor no papel, mas Cuca vai fazer de tudo para acabar com a série de jogos sem vitória contra o rubro-negro com seu time bem armado. E se ele conseguir motivar seu time mostrando todos os insucessos passados do Botafogo, o Fla pode ter sérios problemas; porém, se a torcida inflamar o Flamengo como costuma fazer nas grandes decisões, é melhor o alvinegro abrir o olho.

3 comentários:

OCTETO RACING TEAM disse...

Este clima de decisão me deixa tensa!! hehehe...

Vamos torcer para que dê tudo certinho no domingo,né?!!!

Bjinhoss

Tati

Leandrus disse...

Nem fala Tatiana, já to ansioso tb! Se no jogo contra o Vasco minhas mãos chegavam a tremer durante o jogo, imagina amanha!

Ateh!

Daniel Leite disse...

Leandrus, quanto ao blog, problema nenhum, é claro! Vou "linkar" o seu também. Quanto à Taça Guanabara, acho que dá Flamengo. Mesmo quando joga mal, o rubro-negro tem vencido as decisões!

Abraço!