sábado, 19 de julho de 2008

O futuro do Milan

Após uma temporada irregular e decepcionante, era claro que o Milan precisava de peças novas no elenco. Com um time de alta média de idade, com jogadores em má forma e marcado por inúmeros empates e até algumas derrotas em pleno San Siro, o time treinado por Carlo Ancelotti foi alvo de duras críticas durante todo o tempo; o time chegou ao cúmulo de não conseguir terminar o campeonato na faixa de classificação para a Champions League, algo impensável se tratando de um clube da grandeza do Milan.

E com 3 ótimas contratações, o time rossonero começou muito bem o trabalho de reconstrução do elenco. Zambrotta é um dos melhores laterais italianos, e pode jogar nas 2 alas. Flamini teve uma evolução impressionante na última temporada e pode ajudar Pirlo na missão de desarmar os adversários e levar o time para a frente; foi jogando dessa maneira que Arsène Wenger não pensou 2 vezes em barrar Gilberto Silva no Arsenal. E Ronaldinho Gaúcho, se estiver motivado para jogar tudo aquilo que jogou no Barcelona no período entre 2004 e 2006, tem tudo para ser um dos melhores do mundo novamente.

Até aí tudo bem. O problema é que os dirigentes do Milan já declararam que, com a contratação de Ronaldinho, o ciclo de contratações está encerrado para esta temporada. Tudo bem que o clube fez 3 ótimas contratações, mas uma rápida análise do elenco mostra que talvez o time ainda precise abrir o cofre novamente.

Os problemas já aparecem no gol. Dida não é o mesmo desde o jogo da Champions League 04-05 em que foi atingido por um sinalizador jogado por torcedores da Internazionale. Mesmo após ser um dos únicos que se salvaram do fiasco brasileiro na última Copa do Mundo, o ex-goleiro do Corinthians e do Cruzeiro colecionou contusões, confusões e muitas falhas. E se o baiano já não é mais confiável, Kalac, seu reserva, também não é; embora tenha feito boas partidas na última temporada, quando substituiu Dida com certa freqüência, o australiano também falhou em alguns jogos, deixando seu time numa situação desconfortável.

A defesa também apresenta seus problemas. A contratação de Zambrotta pode resolver os problemas nas laterais, mas o miolo da zaga não foi reforçado. Certamente Nesta e Maldini são excelentes zagueiros, mas não se pode confiar muito na idade já avançada dos 2 (principalmente do segundo), já que ambos podem sofrer com contusões inesperadas. Seus reservas, Kaladze, Bonera e Simic, não são dos jogadores mais confiáveis, além de também não serem muito jovens. Diante de tanta experiência, um toque de juventude faria bem à zaga do Milan, principalmente em jogos contra ataques muitos rápidos (mas que fique bem claro que esse jogador não seja Digão, pois quem o viu jogar sabe que o irmão de Kaká...bem, melhor deixa para lá...).

Com a contratação de Flamini e Ronaldinho Gaúcho (que pode jogar mais adiantado, ao lado de algum atacante), o Milan pode formar um dos melhores meio campos do mundo. O problema é como Ancelotti vai escalar o time. Se analisarmos a qualidade dos jogadores, o meio campo seria composto por Gattuso, Pirlo, Seedorf, Kaká e Ronaldinho. O problema é que o técnico italiano adora um volante (seu queridinho é Ambrosini, mas ele também gosta bastante de Brocchi e Emerson). Então, Seedorf e Flamini, jogadores de muita qualidade, podem acabar no banco, tendo que dar lugar à algum volante. Isso sem contar que Ancelotti terá que encaixar Ronaldinho e Kaká no mesmo time, algo que os técnicos da seleção brasileira não conseguem há tempos. Muito treino será necessário para isso, coisa que pouco ocorreu na nossa seleção

E por último, o ataque. Pelo que parece, o time jogará apenas com um atacante na frente, que provavelmente será ajudado por Ronaldinho. Pato é o favorito para a posição, mas é preciso lembrar que, mesmo sendo muito talentoso, ainda é inexperiente; inclusive, já mostrou que nem sempre será a solução nos seus primeiros 6 meses de clube. Para a reserva, o time possui o veterano Inzaghi, que, embora seja um bom jogador e sempre faça seus golzinhos, vive na posição de impedimento, além do jovem Paloschi e do vai-e-volta Borriello. Pois bem, Paloschi mostrou que pode ser uma boa opção para o futuro, mas seria bom que o jovem fosse emprestado afim de ganhar mais experiência, já nem sempre o melhor lugar para ganhá-la é um clube grande, pois o jogador pode sentir a pressão. Já Borriello só foi mostrar sua competência na última temporada (quando fez boa temporada pelo Genoa) e ainda precisa provar que pode ser útil ao time rossonero. Ou seja, é uma incógnita, assim como o ataque do Milan, que pode sofrer com a falta de opções quando Pato ou Inzaghi se machucarem.

Incógnita como será o time do Milan para a temporada. O clube começou bem as ciclo de contratações, mas as deficiências do time pedem mais, assim como o momento do clube, que precisa se recuperar de uma campanha ruim. Se ninguém mais for contratado, Ancelotti terá de treinar muito bem esse time (já que precisa resolver os problemas que, acredito eu, não serão resolvidos apenas com essas contratações) afim de sair vitorioso nesta temporada.

6 comentários:

Loucos por F-1 disse...

Fala Xará!!

Depois de um longo período de provas na faculdade estou de volta.hehe

Ótima matéria sobre o Milan, meus parabéns!

A equipe Rossonera realmente fez três grande contratações, mas creio que seja pouco para este time que já se encontra bem envelhecido. Meu receio nisso tudo é como Ancelotti irá armar esta equipe, já que ele adora um volante. Qualidade esse time terá, basta agora vermos qual será a postura em campo.

Abraços!

Leandro Montianele

Marcelonso disse...

Saudações rubro negras,

Não sei de onde tirei que vc era pó de arroz,me desculpe camarada.

Vc é como eu,RUBRO NEGRO, e vamos na liderança.

Qto ao Milan penso que poderia fazer mais uma contratação de peso,mas mesmo assim apesar de envelhecido tem um grande elenco e com Ronaldinho em boa forma deve fazer uma bela temporada.

grande abraço

Vinicius Grissi disse...

O Milan vai recorrer e muito às categorias de base nesta temporada. É um bom time, apesar da idade avançada. A renovação vem com o tempo, é normal.

Blog F1 Trulli disse...

legal o texto do Milan (ñ sou muito fã do futibol espanhol, alias ñ sou fã d nada na Espanha, sempre discuto c/ espanhóis na net ahuhahuah)

basquete,nem fale, apesar d saber q o Brasil tinhas mínimas chances foi pior q o esperado, pow antes levar Nezinho (sou + ele), Marcelinho parece a Adrianinha do feminino, tem dias q acerta td, outros ñ acerta uma.
p.s. + em fim, Brasil tinha time pra ir pras olimpiadas e brigar até pl ouro e nenhum dos principais foram (até Valtinho ñ foi)

F1 agora hauahuahau

essa cagada d Nelsinho vai ficar pra história, nunca vi huahauauh e Glock aff, sempre ele, ñ ajuda a equipe e ainda prejudica indiretamente

abração

Até +

Leandrus disse...

Breves comentários:

Leandro (fica tranquilo, tb estava antes em época de provas na faculdade), valeu pelo elogio! É isso aí mesmo, vamos ver no que vai dar. De qualquer maneira, só de sacanagem, eu soube que o Milan tentou a contratação do goleiro Frey logo após ter escrito esse texto, mas ele não irá se transferir para o Milan. Seria uma ótima contratação (seria...)

Marcelo, tudo bem, desculpas obviamente aceitas, rs. Quanto ao Milan, contratação de peso, acho que só se aceitarem o Ronaldo de volta (hehehe), mas pode acontecer alguma surpresa nos próximos dias...

Vinicius, tem times que renovam o time bruscamente, como o Barcelona está fazendo e como acho q a Internazionale irá fazer. Prefiro mudanças assim. E quanto a usar jogadores da base, é uma estratégia arriscada, visto q o normal na Europa é emprestar o jogador a algum time mediano para que ele volte com experiência (como tentam fazer com o Borriello...). Por isso, acho arriscado se estiverem pensando demais nas divisões de base.

F1 Trulli, Nezinho não, pelamordideus! Nunca gostei desse cara, e desde aquele episódio no Pré-Olímpico das Américas o conceito dele comigo caiu de vez. Mas eu discordo em uma coisa: com os jogadores da NBA, o Brasil teria um time melhorzinho, mas não capaz de até brigar pelo ouro. Leandrinho é muito ruim na defesa, Nenê precisa voltar a boa forma e Varejão é o oposto de Leandrinho (ótimo de defesa, nulo no ataque). E nessa seleção, achei que um dos principais problemas era o garrafão, pois perdiamos muitos arremessos ali; logo, talvez Nenê e Varejão já nem fossem tão úteis se não estivessem totalmente comprometidos (mas já seriam uma baita ajuda...)

Ateh!

Getulio Neto disse...

Cara eu concordo em tudo em que vc escreveu, pois só fã do Milan, e digo uma coisa, que a única solução para o Milan é o time faça o casamento de Ancelotti e Ambrosini, e que o time desse eles uma férias de lua de mel que durasse a vida toda....pow os caras são as ovelhas negras do time...


vlw.....