domingo, 4 de outubro de 2009

O que Sutil e Kovalainen têm a ver com isso?


Na 14ª volta do sonolento GP do Japão (não esperava isso de Suzuka...), Heikki Kovalainen e Adrian Sutil duelavam pela 8ª posição, enquanto Jenson Button, em 10º, acompanhava os dois de perto. Eis que no fim dessa volta o alemão tenta a ultrapassagem na clássica chicane do circuito, consegue a preferência mas ainda assim é fechado pelo finlandês. Resultado: ambos se tocam, rodam e deixam o 8º lugar de bandeja para Button, que lá permanece durante o restante da prova. Depois disso, nosso ilustríssimo locutor global aproveita para dar a entender que Kova e Sutil foram “meio que culpados” pelo fato do inglês entrar na zona de pontuação e dificultar ainda mais a tarefa de Rubens Barrichello.

Como já é de costume, mais uma prova da torcida exagerada do locutor aos brasileiros (torcer não é problema, o problema é quando se torna algo exagerado). O que ele queria, que Sutil e Kovalainen fizessem um acordo para ajudar Barrichello não deixando Button passar, nem que para isso abdicassem de disputar posições? Pai nosso...

Corrida burocrática de Rubens Barrichello o impediu de tirar uma diferença considerável para Jenson Button e tornou sua caminhada para o título quase impossível

Enfim, fato é que Barrichello não tinha que contar com a ajuda de ninguém para tirar alguns pontos de diferença para Button. Tinha que meter o pé no acelerador, fazer uma bela prova e chegar numa boa posição, para que pelo menos diminuísse a diferença para o líder do campeonato em 3 ou 4 pontos – algo que era uma possibilidade real quando víamos o grid de largada.

Mas não foi isso que aconteceu. Rubens disse que foi agressivo, mas seus tempos não mostraram isso. Sua segunda perna, após o primeiro pit, foi muito ruim, sem conseguir voar na pista e sem chegar a ameaçar Kimi Raikkonen. E ainda viu a estratégia de Nico Rosberg dar certo e cair para a 7ª posição, onde terminou.

Era consenso de que ele, se quisesse conquistar o título, precisava ser nas provas aquele excepcional que venceu duas provas esse ano. Mas o Rubinho do Japão lembrou muito mais aquele irregular, que não consegue fazer sua parte, do que aquele rápido e genial que vimos em Valência e na Itália. Aí fica difícil, até porque desde Monza Button consegue os pontos necessários para manter uma vantagem confortável em relação ao seu companheiro de equipe.

A situação de Barrichello está extremamente complicada. Quase desesperadora. Está 14 pontos atrás de Button a 2 corridas do fim do campeonato. Precisa de resultados muito bons no Brasil e em Abu Dhabi e ainda tem de contar com cagadas homéricas do líder do campeonato. O que não deve acontecer: se não é dos mais geniais da categoria, não é nenhum garoto que comete erros bobos. Já tem experiência suficiente para saber que é só não cometer erros e fazer provas conscientes – algo que já vem fazendo muito bem há um bom tempo - para ser campeão mundial

Jenson Button está praticamente com as duas mãos no título. Parece apenas questão de tempo poder realmente comemorar a conquista. E a situação parece tão tranquila que até mesmo uma vitória de Barrichello no Brasil talvez seja insuficiente. Será que veremos outra vitória de um brasileiro no seu país natal com gosto amargo?

Foto: www.gpupdate.net

9 comentários:

Loucos por F-1 disse...

Xará, eu nem relevo mais o que o Galvão fala. Algumas coisas meu ouvido consegue ignorar por conta própria.

Acredito que Barrichello tenha sofrido com o desempenho do carro. A Brawn simplesmente não conseguia andar, estava travada. Agora o campeonato para o brasileiro já era. Teremos festa inglesa novamente no Brasil.

Péssima corrida esta em Suzuka. Criei uma expectativa danada por uma boa prova e acabei quase dormindo de tão ruim.

Abraço!

Leandro Montianele

Willian disse...

Olha, eu também não esperava uma corrida tão ruim assim em Suzuka.
Sobre Barrichello, o fato é que ele foi muito lento hoje.
Teve momentos que chegou a andar um segundo pior do que Button...

Marcelonso disse...

Leandrus,


Corridinha mais sem graça,ninguem quer mais nada,chega a ser um desrespeito com Suzuka uma provinha assim.

Barrichello já era,inclusive o vice,que será de Vettel.
Ele voltou ao normal,e agora quer realizar a façanha de vencer no Brasil.

abraço

Jessica Corais disse...

A corrida foi bem fraca mesmo, ao contrário da classificação. Também não esperava que fosse assim.

Agora, acho muito dificil o Rubinho ganhar no Brasil e depois do resultado no Japão. O título é mesmo de Button.

Parabéns pelo blog, gostaria de uma troca de links?

Abraços, Jessica Corais

Felipão disse...

Acho que a coisa complicou mesmo, Leandrus....

Sem contar que o Barrica nunca conseguiu desencantar em Interlagos...

Ron Groo disse...

É sempre assim... Ano passado o gayvão bueno colocou a culpa do massa perder o titulo no glock e não na competencia do hamilton.
Péssimo.

Daniel Leite disse...

Acho muito complicado o Rubens vencer em Interlagos, até pelo mau momento da Brawn. Por isso, a tarefa do brasileiro é complicada: se seu carro não ajudar, não bastará chegar algumas posições à frente de Jenson Button. Não adianta nada ser o 6º com o britânico a terminar na 12ª posição.

Daí, sou da corrente daqueles que afirmam ser Vettel o maior concorrente de Button. O alemão só será campeão se tiver muita sorte, contar com uma espécie de "efeito Raikkonen", é verdade. Difícil, mas é mais possível do que o título voltar para o Brasil depois de tanto tempo.

Até mais!

Leandrus disse...

Breves comentários:

Leandro, Willian e Marcelonso, realmente uma prova muito ruim. Todo mundo deveria tomar um puxão de orelhas por fazer isso com Suzuka. E Marcelonso, não tenho tanta certeza se Vettel poderá roubar o vice de Rubinho. Os motores poderão complicar a tarefa do alemão.

Jessica, valeu pela visita! Logo vou retribuir e linkar seu blog aki!

Felipão, bem lembrado. O retrospecto de Barrica é muito ruim aki no Brasil. Não dá pra esperar mto dele por aqui como geralmente se espera de Massa, que vai muito bem por aqui.

Ron Groo, típico do Galvão mesmo. A lavagem cerebral que ele tenta impor aos outros é péssima. Mas acho que o cumulo foi quando disse que Massa merecia mais do que Raikkonen o titulo de 2007...

Daniel, o problema de Vettel é que terá que contar com cagadas homéricas de Button, assim como Hamilton fez em 2007. E acho que Button já é experiente demais para fazer isso. No máximo, se classifica mal nos GPs e olhe lá.

Ateh!

F-1 A.L.C. disse...

no segundo stint perdi mesmo a esperança com o barrica, mais não é tão deseperadora assim, afinal de contas, pilotos na viceliderança costumam ser reconhecidos...

mais é um fato que Barrichello não consegue ficar no topo da onda, e por isso não ganha campeonatos, não por ser um brasileirinho contra o mundo. é um grande piloto, mais não é um campeão.

mesmo assim acho que Button não fez o suficiente para merecer o titulo.